Desde os tempos da baronesa: o Complexo Cultural Funarte SP como um lugar de memória

  • Maria Ester Lopes Moreira Fundação Nacional de Artes. São Paulo
  • Sharine Machado Cabral Melo Fundação Nacional de Artes. São Paulo
Palavras-chave: Lugares de memória,  Funarte,  Ministério da Cultura,  Políticas Culturais,  Educação

Resumo

O  artigo  trata  dos  espaços  ocupados  atualmente  pelo  Complexo Cultural   Funarte  SP,  pela  Representação  Regional  do  Ministério  da Cultura  e  pela   Fundação  Biblioteca  Nacional,  localizados  no  bairro  de Campos  Elíseos,  em  São   Paulo.  As  edificações  podem  ser  vistas como  um  lugar  de  memória  por   revelarem  uma  parte  da  história  da cidade  e  do  país,  principalmente  no  que  se   refere  ao desenvolvimento  de  políticas  públicas  para  as  áreas  de  educação  e   cultura

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Ester Lopes Moreira, Fundação Nacional de Artes. São Paulo
Mestre  em  História  Social  da  Cultura  (PUC-­‐RIO), Representante Regional da Funarte
Sharine Machado Cabral Melo, Fundação Nacional de Artes. São Paulo
Doutora  em  Comunicação  e  Semiótica  (PUC-­‐SP), Administradora Cultural na Funarte São Paulo
Publicado
2017-05-03
Como Citar
Moreira, M., & Melo, S. (2017). Desde os tempos da baronesa: o Complexo Cultural Funarte SP como um lugar de memória. Revista ARA, (2), 107-131. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v0i2p107-131
Edição
Seção
Artigos