Necrose esofágica aguda secundária a endoprótese: relato de caso de primeiro sobrevivente

  • Leandro Ryuchi Iuamoto Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Fábio Hideki Chikami Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Ernesto Sasaki Imakuma Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Francisco de Salles Collet e Silva Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
Palavras-chave: Necrose, Esôfago, Stents, Aorta torácica, Dissecação.

Resumo

A necrose esofágica aguda é uma das mais graves complicações associadas ao tratamento endovascular da aorta descendente com colocação de endoprótese. Sua ocorrência é rara, com apenas 3 casos descritos na literatura, entretanto em todos a complicação mostrou-se fatal. O presente trabalho descreve, até onde se sabe, o primeiro caso de necrose esofágica aguda secundária a endoprótese de aorta na qual o paciente sobrevive. Paciente masculino de 53 anos com dissecção de aorta, de artéria subclávia esquerda até bifurcação de artérias ilíacas, realizou tratamento endovascular de colocação de endoprótese. Evoluiu com lesão isquêmica de esôfago médio e distal, para a qual foi indicada esofagectomia total. Após um ano e dois meses, foi submetido a esofagogastroplastia para reconstrução do trato gastrointestinal, com transposição de tubo gástrico retroesternal, a partir da qual permanece praticamente oligossintomático. O presente trabalho consiste no primeiro relato de caso na qual o paciente sobreviveu à necrose esofágica aguda secundária à colocação de endoprótese de aorta torácica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Ryuchi Iuamoto, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina

2o lugar Prêmio Oswaldo Cruz no 33o COMU - Congresso Médico Universitário da FMUSP, SP, 31 de out. a 02 de nov. de 2014.
Acadêmico do Curso de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. E-mail: leandro.iuamoto@gmail.com

Fábio Hideki Chikami, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
2o lugar Prêmio Oswaldo Cruz no 33o COMU - Congresso Médico Universitário da FMUSP, SP, 31 de out. a 02 de nov. de 2014. 
Acadêmico do Curso de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. E-mail: fabiaohideki@gmail.com
Ernesto Sasaki Imakuma, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina

2o lugar Prêmio Oswaldo Cruz no 33o COMU - Congresso Médico Universitário da FMUSP, SP, 31 de out. a 02 de nov. de 2014.
Médico Residente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP). E-mail: eimakuma@gmail.com

Francisco de Salles Collet e Silva, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina

2o lugar Prêmio Oswaldo Cruz no 33o COMU - Congresso Médico Universitário da FMUSP, SP, 31 de out. a 02 de nov. de 2014.

Médico-Doutor Assistente da Disciplina da Cirurgia do Trauma do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (orientador). E-mail: francisco.collet@hc.fm.usp.br, fscollet@hotmail.com

Publicado
2015-03-05
Como Citar
Iuamoto, L., Chikami, F., Imakuma, E., & Collet e Silva, F. (2015). Necrose esofágica aguda secundária a endoprótese: relato de caso de primeiro sobrevivente. Revista De Medicina, 94(1), 29-35. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v94i1p29-35
Seção
COMU - Prêmio Oswaldo Cruz