Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Investigação dos padrões relacionais do vínculo mãe-filha envolvidos na obesidade feminina

Paula Pereira Teodoro, Tatiane Mitsue Koga, Maria Vilela Pinto Nakasu

Resumo


Introdução: A obesidade apresenta uma incidência elevada e gênese multifatorial, como fatores biológicos, ambientais e psicológicos. Dentre os psicológicos, os conflitos na relação mãe-filha podem contribuir para a gênese da obesidade feminina. Objetivo: O objetivo desse estudo é investigar os padrões relacionais do vínculo mãe-filha envolvidos na obesidade feminina. Materiais e Métodos: Foi realizado estudo transversal, qualitativo, com pacientes obesas do Programa de Cirurgia Bariátrica de um Hospital Escola do Sul de Minas Gerais. Todas possuíam IMC acima de 30kg/m2 e eram maiores de 18 anos. A determinação da amostra foi de 12 pacientes, número suficiente para se atingir a saturação (Field Methods). Foram realizadas as entrevistas não-diretivas, gravadas e transcritas para análise posterior segundo a Metodologia de Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados e Discussão: Foram encontradas seis temáticas centrais relacionadas à influência do vínculo mãe-filha sobre a obesidade feminina: comida/fuga/prazer; ganho de peso após a gravidez; superproteção/dominação materna; abandono materno; abuso sexual; insegurança/baixa autoestima/depressão. Conclusão: Foi possível evidenciar uma relação entre conflitos na relação mãe-filha e condições para a gênese da obesidade.


Palavras-chave


Psicologia; Obesidade/psicologia; Transtornos da alimentação e da ingestão de alimentos/psicologia; Apego ao objeto; Relações mãe-filho/psicologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v96i2p63-72

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.