Metahemoglobinemia durante a utilização de óxido nítrico em criança submetida a transplante cardíaco: relato de caso

  • Livia Rossetti de Abreu e Lima Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Filomena Regina Regina Barbosa Gomes Gallas Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Instituto do Coração
Palavras-chave: Óxido nítrico, Metemoglobina/análise, Transplante de coração, Hemoglobinas, Metemoglobinemia, Criança.

Resumo

Paciente de 7 anos, sexo masculino, portador de miocardiopatia restritiva relacionada ao gene BAG3 e histórico de hipertensão pulmonar com insuficiência tricúspede importante, admitido para avalição de transplante cardíaco. Após a cirurgia deu entrada na UTI estável mas evoluiu no 1º PO com acidose metabólica, choque refratário ao volume e hipoxemia refratária a manobras de fisioterapia. Os níveis de metahemoglobina foram dosados e o óxido nítrico foi imediatamente suspenso. Iniciou-se administração endovenosa de azul de metileno na dose 3mg/kg com melhora progressiva do quadro clínico. Os níveis de metahemoglobina eram 29,05 e 5,2 ao início e final da administração da droga, respectivamente. Conclusão: Metahemoglobinemia deve ser suspeitada em pacientes que utilizam NO. Níveis elevados de metahemoglobina no sangue podem ser incompatíveis com a vida. O tratamento deve ser instituído de forma rápida e eficaz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Livia Rossetti de Abreu e Lima, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
Estudante de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP. Membro da Liga de Anestesiologia, Dor e Terapia Intensiva.
Filomena Regina Regina Barbosa Gomes Gallas, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Instituto do Coração
Livre-Docente em Medicina na área de Anestesiologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Supervisora da Unidade de Terapia Intensiva Cirúrgica e do Serviço de Anestesiologia do INCOR - Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Coordenadora da UTI Cardiológica e Anestesiologista do Hospital Sírio Libanês, Coordenadora da UTI Geral do Instituto do Câncer (ICESP) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
Publicado
2017-06-09
Como Citar
Abreu e Lima, L., & Gallas, F. R. (2017). Metahemoglobinemia durante a utilização de óxido nítrico em criança submetida a transplante cardíaco: relato de caso. Revista De Medicina, 96(2), 125-130. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v96i2p125-130
Seção
Relato de Caso