Diferenças entre os sexos e faixas etárias na epidemiologia acidentes vasculares cerebrais isquêmicos em um hospital de Uberlândia entre 2011 e 2015

  • Mateus de Sousa Rodrigues Universidade Federal do Vale do São Franscisco
  • Leonardo Fernandes e Santana Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Daniel Borges Leal Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Orlando Vieira Gomes Universidade Federal do Vale São Francisco
Palavras-chave: Acidente vascular cerebral/epidemiologia, Isquemia/epidemiologia, Grupos etários, Distribuição por idade e sexo, Fatores de risco, Brasil/epidemiologia.

Resumo

Os Acidentes vasculares cerebrais isquêmicos (AVCI) ocorrem pela obstrução de uma artéria cerebral por um trombo, êmbolo ou compressão mecânica por tecidos circundantes. Os AVCI respondem por 80-87% dos Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC). Essa etiologia é a segunda maior causa de morte no mundo e de óbitos naturais em homens e mulheres no Brasil. Entretanto, existem poucos estudos sobre o perfil dos AVCI em cidades interioranas do país como Uberlândia. Nesse sentido, o objetivo desse trabalho é descrever o perfil de AVCI em um Hospital de Uberlândia entre 2011-2015 por sexo e faixa etária. Trata-se de um estudo transversal. Foi considerado apenas esse tipo de AVC, excluindo os eventos por causas hemorrágicas. Esse estudo observou que o AVCI se comporta de maneira diferente de acordo com o sexo e faixa etária. Quanto ao sexo, esse evento vascular foi levemente mais prevalente em mulheres. Quanto à faixa etária, até os 70 anos, o AVCI predominou em homens. Após essa idade, as mulheres passaram a liderar. Esse padrão foi semelhante à prevalência por faixa etária dos seguintes fatores de risco modificáveis: hipertensão, fibrilação atrial, diabetes mellitus tipo 2 e tabagismo. O conhecimento dessa epidemiologia nos oferece uma maior proximidade ao real contexto do AVCI em nosso meio, refletindo a necessidade de uma atenção individualizada aos grupos mais acometidos mostrados nesse estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mateus de Sousa Rodrigues, Universidade Federal do Vale do São Franscisco
Discente de medicina na Universidade Federal do Vale do São Franscisco (UNIVASF). Pesquisador CNPq-UNIVASF. Diretor Científico da Liga Acadêmica de Medicina de Urgência e Emergência (LAMURGEM) da UNIVASF.
Leonardo Fernandes e Santana, Universidade Federal do Vale do São Francisco
Discentede medicina na Universidade Federal do Vale do São Franscisco (UNIVASF). Membro da Liga Acadêmica de Anatomia (LANAT) da UNIVASF.
Daniel Borges Leal, Universidade Federal do Vale do São Francisco
Discente de Medicina e membro da Liga Acadêmica de Cirurgia (LIAC) na Universidade Federal do Vale São Francisco.
Orlando Vieira Gomes, Universidade Federal do Vale São Francisco
Médico nefrologista docente na Universidade Federal do Vale São Francisco, 56304-917, Petrolina-PE, Brasil. Email: orlandopetro@msn.com
Publicado
2018-06-15
Como Citar
Rodrigues, M., e Santana, L., Leal, D., & Gomes, O. (2018). Diferenças entre os sexos e faixas etárias na epidemiologia acidentes vasculares cerebrais isquêmicos em um hospital de Uberlândia entre 2011 e 2015. Revista De Medicina, 97(2), 135-140. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i2p135-140
Seção
Artigos/Articles