curácia da cintilografia com 99mTc-Ubiquicidina (29-41) no diagnóstico diferencial de infecções musculoesqueléticas e processos inflamatórios estéreis

  • Felipe Rocha Silva Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
  • Larissa Araújo Dutra de Carvalho Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
  • Bruna Evellyn de Lima Alves Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
  • Ana Raquel Souza de Azevedo Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
  • Cejana de Mello Campos Hospital das Forças Armadas Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
  • Osvaldo Sampaio Netto Hospital das Forças Armadas Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
  • Roberto José Bittencourt Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
Palavras-chave: Cintilografia, Medronato de tecnécio Tc99m, Doenças musculares/diagnóstico por imagem, Confiabilidade dos dados, Diagnóstico diferencial.

Resumo

O diagnóstico diferencial entre infecção e processo inflamatório não infeccioso é crítico na avaliação de um paciente e sua análise por exames de imagem sensíveis e específicos se faz necessária. O objetivo desta revisão sistemática é determinar a acurácia da cintilografia com 99mTc-ubiquicidina (29-41) no diagnóstico diferencial de condições infecciosas e inflamações estéreis. A busca dos artigos foi realizada nas bases de dados de acesso livre Scientific Electronic Library Online (SciELO), PubMed, LILACS, Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), Cochrane Library, Banco de Teses e Dissertações da CAPES e Health System Evidences com os  descritores  “ubiquicidin”, “ubiquicidina” ou “UBI” presentes no título ou resumo de artigos publicados entre janeiro de 2000  até janeiro de 2017. A análise dos artigos incluídos sugere que a cintilografia com 99mTc-ubiquicidina (29-41) é um método de elevada acurácia para o diagnóstico diferencial entre infecções musculoesqueléticas e inflamações assépticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Rocha Silva, Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
Acadêmico do Curso de Medicina da Universidade Católica de Brasília
Larissa Araújo Dutra de Carvalho, Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade Católica de Brasília
Bruna Evellyn de Lima Alves, Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade Católica de Brasília
Ana Raquel Souza de Azevedo, Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.
Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade Católica de Brasília
Cejana de Mello Campos, Hospital das Forças Armadas Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.

Médica Nuclear, Adjunta da Clínica de Medicina Nuclear do Hospital das Forças Armadas, Docente do Curso de Medicina da Universidade Católica de Brasília, Membro do Colégio Brasileiro de Radiologia.

Osvaldo Sampaio Netto, Hospital das Forças Armadas Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.

Médico Nuclear, Doutor, Chefe da Clínica de Medicina Nuclear do Hospital das Forças Armadas, Diretor do Curso de Medicina da Universidade Católica de Brasília, Membro do Colégio Brasileiro de Radiologia

Roberto José Bittencourt, Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF, BR.

Médico, Doutor, Coordenador do Internato de Clínica Médica do Curso de Medicina da Universidade Católica de Brasília 

Publicado
2017-12-22
Como Citar
Silva, F., Carvalho, L., Alves, B., Azevedo, A. R., Campos, C., Netto, O., & Bittencourt, R. (2017). curácia da cintilografia com 99mTc-Ubiquicidina (29-41) no diagnóstico diferencial de infecções musculoesqueléticas e processos inflamatórios estéreis. Revista De Medicina, 96(4), 225-231. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v96i4p225-231
Seção
Artigos