Percepções de aprendizado entre os alunos da Liga de Ginecologia

Palavras-chave: Saúde da mulher, Ensino, Educação de graduação em medicina, Estudantes de medicina, Ginecologia, Educação, Educação médica

Resumo

Introdução: A Liga de Ginecologia atualmente conta com 8 membros, 4 diretores, 2 médicos assistentes e 1 residente, para o desenvolvimento de educação, pesquisa e extensão, para a disseminação de aprendizado na educação médica. Objetivo: Identificar as percepções de aprendizado dos acadêmicos da Liga de Ginecologia. Método: Trata-se de estudo transversal, realizado em agosto de 2017, na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Foi utilizado um questionário respondido por membros da Liga de Ginecologia entre os anos de 2015 e 2017. Resultados: O principal motivo de ingresso na Liga é aprender o exame físico ginecológico, o principal aprendizado é a semiologia ginecológica, o principal ponto positivo é o atendimento ambulatorial supervisionado e o principal ponto negativo é a ausência de aulas teóricas. Além disso, 70% referiu influência da Liga na possibilidade de realizar residência médica em Ginecologia. Conclusão: As percepções de aprendizado entre os participantes da Liga de Ginecologia revelaram aquisições de competências em semiologia ginecológica e atendimento ambulatorial, lacuna de aulas teóricas na Liga e incentivo à pós-graduação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-04-24
Como Citar
Okajima, L., Tardelli, L., Mota, M., Sorpreso, I., Barbosa, M., & Baracat, E. (2019). Percepções de aprendizado entre os alunos da Liga de Ginecologia. Revista De Medicina, 98(1), 72-76. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v98i1p73-77
Seção
Relato de Experiência/Experience Report