Biópsia transretal de próstata por fusão de imagens de ressonância magnética para o diagnóstico de câncer de próstata após biópsia prévia negativa: relato de caso.

Palavras-chave: Próstata/patologia, Biópsia guiada por imagem/métodos, Neoplasias da próstata, Neoplasias da próstata/diagnóstico por imagem, Neoplasias da próstata/patologia.

Resumo

Introdução: A adoção da biópsia de próstata guiada por fusão de imagens de ressonância magnética (RM) multiparamétrica está se tornando um método importante no diagnóstico do câncer de próstata, especialmente para aqueles com suspeita de lesão localizada na região anterior, que normalmente não é amostrada na biópsia randomizada. Métodos: Aqui relatamos um caso de homem com PSA persistentemente elevado e com uma biópsia randomizada anterior negativa. O PSA atual era de 8,1 ng / dL e a ressonância magnética multiparamétrica mostrou uma lesão suspeita PIRADS-4 de 2 cm localizada na região anterior da zona de transição direita na altura da base e terço médio da glândula. Foi realizada uma biópsia transretal guiada por fusão de imagens de ressonância multiparamétrica (TRUS / mpMRI) e o exame anatomopatológico mostrou a presença de adenocarcinoma escore de Gleason 3 + 4 (ISUP II) apenas nos fragmentos amostrados na área suspeita da mpMRI. Revisamos o papel da mpMRI no diagnóstico do câncer de próstata na rebiópsia.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-07-18
Como Citar
Pontes-Júnior, J., Oliveira, L. C., Coelho, R., Srougi, M., & Nahas, W. C. (2018). Biópsia transretal de próstata por fusão de imagens de ressonância magnética para o diagnóstico de câncer de próstata após biópsia prévia negativa: relato de caso. Revista De Medicina, 97(3), 348-352. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i3p348-352
Seção
Relato de Caso/Case Report