Neurotuberculose em paciente imunocompetente

desafio diagnóstico e tratamento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i6p581-584

Palavras-chave:

Tuberculose, Tuberculose meníngea, Tuberculose do sistema nervoso central, Sistema imunitário, Mycobacterium tuberculosis

Resumo

5 a 10% dos casos de tuberculose extrapulmonar. O espectro clínico varia de acordo com o local afetado (meninge, parênquima cerebral ou medula espinhal). Aqui, apresentamos o caso de um paciente do sexo masculino de 32 anos com quadro de tosse e perda de peso que apresentou à admissão hemiparesia e desorientação, recebendo diagnóstico de neurotuberculose através do teste Xpert MTB/RIF®. O presente caso objetiva relatar os dados clínicos e de neuroimagem de um paciente imunocompetente com neurotuberculose. O diagnóstico definitivo é feito pela detecção de bacilos da tuberculose no líquido cefalorraquidiano. O teste RIF® Xpert MTB apresenta sensibilidade e especificidade semelhantes a outros métodos de diagnóstico da tuberculose e a vantagem de fornecer informações sobre a resistência à rifampicina. O prognóstico depende do estágio e do início do tratamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-30

Como Citar

Montenegro, A. X. C. B., Araujo, E. T. S. de, Amaral, J. C. do, Araújo, M. H. T. S. de, Farias, L. A. B. G., & Lima, R. S. A. (2018). Neurotuberculose em paciente imunocompetente: desafio diagnóstico e tratamento. Revista De Medicina, 97(6), 581-584. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i6p581-584

Edição

Seção

Relato de Caso/Case Report