Validação do manual “Endocrinologia para o Clínico da Assistência Básica à Saúde”

Palavras-chave: Educação médica, Endocrinologia/educação, Endocrinologia/normas, Manuais como assunto, Atenção primária à saúde/normas

Resumo

Introdução: a inserção e a valorização de manuais vêm sendo importante na medida em que o conceito de Medicina Baseada em Evidências se consolida, permitindo a confecção de protocolos ou de guidelines. Objetivo: Elaborar e validar o manual “Endocrinologia para o clínico da Atenção Primária à Saúde”. Métodos: o manual foi elaborado em oito capítulos (pré-diabetes, diabetes, diabetes gestacional, dislipidemias, nódulos de tireóide, hipo e hipertireoidismo, climatério e menopausa, sobrepeso e obesidade) com base em diretrizes e guidelines internacionais e atuais. Os capítulos abordam com ênfase o diagnóstico, tratamento, seguimento e encaminhamento de cada doença e tiveram seu conteúdo técnico revisado por especialistas em endocrinologia e com experiência no ensino médico. O manual foi validado pelo método de escala de Likert quanto à adequação científica do conteúdo, bem como adequação método-pedagógica. Resultados: o manual foi validado com 98% de adequação científica e 96% de adequação método-pedagógica. Conclusão: o manual “Endocrinologia para o clínico da Atenção Primária à Saúde” foi elaborado e validado com média de 97% de adequação científica e método-pedagógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariela Carolina Santos Carballo, Universidade do Estado do Pará

Médica, Mestre em Cirurgia e Pesquisa Experimental pelo programa de mestrado profissional CIPE, Universidade do Estado do Pará, Brasil. 

Nara Macedo Botelho, Universidade do Estado do Pará

Médica, Pós-doutora em Ginecologia pela Universidade de São Paulo. Professora titular da Universidade do Estado do Pará. 

Mariseth Carvalho Andrade, Universidade do Estado do Pará

Estaticista, Mestre em Cirurgia e Pesquisa Experimental pelo programa de mestrado profissional CIPE, Universidade do Estado do Pará, Brasil. 

Referências

Martinez-Silveira MS. A informação cientifica na prática médica: estudo do comportamento informacional do médico-residente. Salvador [Dissertação]. Salvador: Universidade Federal da Bahia; 2005.

Castiel LD, Póvoa EC. Medicina baseada em evidências: “novo paradigma assistencial e pedagógico?” Interface Comunic Saúde Educ. 2002;6(11):117-32.

McCluskey A, Vratsistas-Curto A, Schurr K. Barriers and enablers to implementing multiple stroke guideline recommendations: a qualitative study. BMC Health Serv Res. 2013;13:323. doi: 10.1186/1472-6963-13-323.

Pacheco Jr. AM, Mendes CJL. Qualis de produção técnica: desenvolvimento de métricas para manuais. Rev Col Bras Cir. 2015;42(Suppl 1):87-8. doi: 10.1590/0100-69912015S01018.

Carballo MCS, Botelho NM, Andrade MC. Percepção dos usuários do serviço do Ambulatório de Especialidades do Centro de Saúde Escola Marco-UEPA quanto ao processo de encaminhamento da Atenção Básica à Saúde para a especialidade de Endocrinologia. No prelo, 2018.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: diabetes mellitus. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2013. (Cadernos de Atenção Básica, no 36). Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_diabetes_mellitus_cab36.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Endocrinologia e nefrologia. Brasília: Ministério da Saúde; 2015. (Protocolos de encaminhamento da atenção básica para a atenção especializada, v.1). Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/protocolos_atencao_basica_atencao_especializada_endocrinologia.pdf.

Sullivan GM, Artino Jr AR. Analyzing and interpreting data from Likert-type scales. J Grad Med Educ. 2013;5(4):541-2. doi: 10.4300/JGME-5-4-18.

Xue Y, Hauskrecht M. Active learning of classification models with Likert-scale feedback. In: Proceedings of the 2017 SIAM International Conference on Data Mining, Houston, Tx, April 27-29, 2017. p.28-35. https://doi.org/10.1137/1.9781611974973.4.

Miranda SM, Pires MMS, Nassar SM, da Silva CAJ. Construção de uma escala para avaliar atitudes de estudantes de medicina. Rev Bras Educ Med. 2009;33(1 Supl 1):104-10. doi: 10.1590/S0100-55022009000500011.

Sharma GK, Sofferman RA, Armstrong WB. Evaluation of the American college of surgeons thyroid and parathyroid ultrasound course: results of a web‐based survey. Laryngoscope. 2017;127:1950-8. doi: 10.1002/lary.26335.

Raoof M, O’Neil L, Neumayer L, Fain M, Krouse R. Prospective evaluation of surgical palliative care immersion training for general surgery residents. Am J Surg. 2017;214(2):378-83. doi: 10.1016/j.amjsurg.2016.11.032.

Publicado
2020-04-23
Como Citar
Carballo, M., Botelho, N., & Andrade, M. (2020). Validação do manual “Endocrinologia para o Clínico da Assistência Básica à Saúde”. Revista De Medicina, 99(2), 109-114. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v99i2p109-114
Seção
Artigos/Articles