Avaliação geriátrica ampla como preditor de morbimortalidade nos pacientes oncológicos vulneráveis submetidos ao tratamento quimioterápico

Palavras-chave: Oncologia, Geriatria, Avaliação geriátrica, Valor preditivo, Indicadores de morbimortalidade, Tratamento farmacológico, Pacientes

Resumo

Objetivos: O objetivo desse estudo foi determinar o valor preditivo da Avaliação Geriátrica Ampla (AGA) em relação à toxicidade e mortalidade nos pacientes oncológicos idosos classificados como vulneráveis, submetidos à quimioterapia. Método: Foi realizado um estudo de coorte prospectivo com coleta de informações extraídas de banco de dados já construído do projeto ÂNCORA e disponível online. Foram construídas tabelas de distribuição de frequência das variáveis estudadas e na análise univariada foi usado o chi-quadrado e Teste de Fisher, quando indicado. Por fim, considerou-se o nível de significância de 5% e todos os testes foram aplicados com 95% de confiança. Resultados: Em uma amostra total de 254 pacientes, o percentual de mortalidade foi de 37% e de intercorrências foi de 46,5%, sendo infecção a mais frequente. Houve associação entre o déficit nutricional e o aumento da mortalidade (p=0,003). Conclusão: Observou-se associação estatística entre o aumento da mortalidade em pacientes vulneráveis que realizaram quimioterapia (p=0,046), quando comparados aos pacientes saudáveis. Os resultados deste estudo reforçam constatações da literatura como o uso da AGA pode ajudar oncologistas e geriatras em suas tomadas de decisão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Cavalcanti Lima, Instituto de Medicina Integral Prof Fernando Figueira (IMIP/PE)

Médica anestesiologista do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP).

Lydia Maria Menezes de Albuquerque Germano, Faculdade Pernambucana de Saúde

Acadêmica de Medicina da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), Recife, Brasil.

Mariana Távora de Souza Domingues, Faculdade Pernambucana de Saúde

Acadêmica de Medicina da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), Recife, Brasil.

Sofia Dias Braz Macedo, Faculdade Pernambucana de Saúde

Acadêmica de Medicina da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), Recife, Brasil.

Raquel Nogueira Cordeiro, Faculdade Pernambucana de Saúde

Acadêmica de Medicina da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), Recife, Brasil.

Diego Laurentino Lima, Hospital dos Servidores do Estado de Pernambuco

Professor da Disciplina de Prática Hospitalar e do Departamento de Cirurgia da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e do Departamento de Cirurgia da UNINASSAU. Mestrando da Universidade de Pernambuco (UPE). Cirurgião geral.

Renata de Oliveira Travassos, Instituto de Medicina Integral Prof Fernando Figueira (IMIP/PE)

Médica Oncologista do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP).

Publicado
2019-07-22
Como Citar
Lima, L., Germano, L. M., Domingues, M., Macedo, S., Cordeiro, R., Lima, D., & Travassos, R. (2019). Avaliação geriátrica ampla como preditor de morbimortalidade nos pacientes oncológicos vulneráveis submetidos ao tratamento quimioterápico. Revista De Medicina, 98(3), 180-186. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v98i3p180-186
Seção
Artigos/Articles