Grupo Comunitário de Saúde Mental

centralidade da pessoa humana no processo de formação profissional

Palavras-chave: Saúde mental, Capacitação de recursos humanos em saúde, Educação superior, Promoção da saúde, Educação em saúde

Resumo

O presente estudo teve como objeto o Programa Grupo Comunitário de Saúde Mental (GCSM), desenvolvido na cidade de Ribeirão Preto – SP, que atua como estratégia de ampliação e diversificação das modalidades de cuidado em Saúde Mental e como espaço de formação de profissionais de saúde. Objetivou-se compreender as ressonâncias e desdobramentos, no percurso de formação profissional, da participação de estudantes e profissionais em formação em saúde/saúde mental no Programa GCSM. Trata-se de pesquisa qualitativa de natureza exploratória, que utilizou como método a Análise de Conteúdo Temática e como instrumento a entrevista aberta. Participaram dessa pesquisa: cinco estudantes das áreas de Enfermagem, Terapia Ocupacional e Fisioterapia e dez profissionais em formação das áreas de Psicologia, Medicina e Serviço Social, totalizando 15 participantes. A análise do corpus possibilitou a construção de três categorias: 1) Contextos de formação profissional em saúde; 2) Experiências de formação e (trans)formação no espaço do GCSM; 3) Para além das fronteiras do GCSM: desdobramentos da experiência vivida. A análise das entrevistas aponta um processo formativo em saúde ainda predominantemente centrado nos aspectos técnico-instrumentais, com pouco espaço para subjetividade e intersubjetividade presentes no cuidado. Nesse contexto, o GCSM, ao promover um exercício continuado de atenção às experiências humanas, por meio da reflexão e do encontro entre pessoas contribui para o resgate da perspectiva humana do cuidado na formação em saúde/saúde mental, auxiliando estudantes e profissionais na compreensão da condição humana e no desenvolvimento de recursos afetivos e relacionais, indispensáveis tanto no cuidado ao outro como no autocuidado do profissional. O presente estudo pode contribuir com a reflexão e instrumentação de métodos de formação realizada em serviços-escola, buscando ampliar a compreensão acerca dos desafios envolvidos na produção de uma formação humanística no campo da saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Cardoso Pinheiro, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo

Mestra em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto – USP

Sérgio Ishara, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Psiquiatra do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP

Carmen Lúcia Cardoso, Departamento de Psicologia, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Professora Associada do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto – USP

Publicado
2019-05-07
Como Citar
Pinheiro, B., Ishara, S., & Cardoso, C. (2019). Grupo Comunitário de Saúde Mental. Revista De Medicina, 98(2), 120-131. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v98i2p120-131