Carcinoma papilífero da tireoide de baixo risco

resultados clínicos da conduta expectante

Palavras-chave: Conduta expectante, Câncer papilífero da tireoide, Neoplasias da glândula tireoide

Resumo

Introdução: Um grande aumento na incidência de carcinoma papilífero de tireoide (PTC) tem ocorrido nos últimos 25 anos. A maior parte desses tumores é de baixo risco, e alguns estudos indicaram baixas taxas de progressão de PTC de baixo risco. O que sugere que o tratamento cirúrgico imediato desses tumores pode não ser a melhor opção, principalmente quando se considera os riscos de uma tireoidectomia e a inconveniência da consequente reposição hormonal para o resto da vida. Nessa revisão sistemática compara-se os resultados da conduta expectante para PTCs de baixo risco. Métodos: A revisão baseia-se em três estudos selecionados de bases de dados específicas. Os estudos acompanharam pacientes de baixo risco com base na vigilância ativa dos tumores e, quando necessário, estes foram removidos cirurgicamente. Resultados: Todos os três estudos apresentam baixas taxas de crescimento tumoral e desenvolvimento de metástases durante a observação. Além disso, não foram notadas diferenças significantes entre cirurgias feitas logo após o diagnóstico e aquelas feitas após a observação, também, a observação ativa parece ser um método mais barato que o tratamento cirúrgico tradicional. Conclusões: A conduta expectante se mostra como uma boa opção para PTCs de baixo risco, todavia, faz-se necessário estudos maiores e mais longos, especialmente em populações que não sejam japonesas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caio Nassuo Furukawa, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina - FMUSP

Artigo desenvolvido na Disciplina Optativa: Abordagem à Escrita Científica oferecida pelo Departamento Científico da Revista de Medicina da FMUSP.
Graduando de medicina, Faculdade de Medicina FMUSP, Universidade de São Paulo.

Leonardo André Hage Fabri, Faculdade de Medicina FMUSP, Universidade de São Paulo

Artigo desenvolvido na Disciplina Optativa: Abordagem à Escrita Científica oferecida pelo Departamento Científico da Revista de Medicina da FMUSP.
Graduando de medicina, Faculdade de Medicina FMUSP, Universidade de São Paulo.

Flávio Carneiro Hojaij, Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas

Cirurgião de cabeça e pescoço, médico do LIM 02 do HC-FMUSP, livre docente pelo departamento de cirurgia, Faculdade de Medicina FMUSP, Universidade de São Paulo.

Artigo desenvolvido na Disciplina Optativa: Abordagem à Escrita Científica oferecida pelo Departamento Científico da Revista de Medicina da FMUSP.

Referências

1. Welch HG, Doherty GM. Saving thyroids - overtreatment of small papillary cancers. N Engl J Med. 2018;379(4):310-12. doi: 10.1056/NEJMp1804426.
2. Ahn HS, Kim HJ, Welch HG. Korea’s thyroid-cancer “epidemic” - screening and overdiagnosis. N Engl J Med. 2014;371:1765-7. doi: 10.1056/NEJMp1409841.
3. Sobin LH, Gospodarowicz MK, Wittekind C. UICC International Union Against Cancer, TNM Classification of Malignant Tumours. 7th ed. United States; 2011. p.22-45.
4. Haugen BR, Alexander EK, Bible KC, et al. 2015 American Thyroid Association Management Guidelines for Adult Patients with Thyroid Nodules and Differentiated Thyroid Cancer: the American Thyroid Association guidelines task force on thyroid nodules and differentiated thyroid cancer. Thyroid. 2016;26:1-133. doi: 10.1089/thy.2015.0020.
5. Ito Y, Miyauchi A, Kihara M, Higashiyama T, Kobayashi K, Miya A. Patient age is significantly related to the progression of papillary microcarcinoma of the thyroid under observation. Thyroid. 2014;24(1):27-34. doi: 10.1089/thy.2013.0367
6. Tuttle RM, Fagin JA, Minkowitz G, Wong RJ, Roman B, Patel S, et al. Natural history and tumor volume kinetics of papillary thyroid cancers during active surveillance. JAMA Otolaryngol Head Neck Surg. 2017;143(10):1015-20. doi: 10.1001/jamaoto.2017.1442.
7. Sakai T, Sugitani I, Ebina A, Fukuoka O, Toda K, Mitani H, et al. Active surveillance for T1bN0M0 papillary thyroid carcinoma. Thyroid. 2019;29(1):59-63. doi: 0.1089/thy.2018.0462.
8. Oda H, Miyauchi A, Ito Y, Sasai H, Masuoka H, Yabuta T, et al. Comparison of the costs of active surveillance and immediate surgery in the management of low-risk papillary microcarcinoma of the thyroid. Endocr J. 2017;64(1):59-64. doi: 10.1507/endocrj.EJ16-0381.
Publicado
2019-11-27
Como Citar
Furukawa, C. N., Fabri, L. A., & Hojaij, F. (2019). Carcinoma papilífero da tireoide de baixo risco. Revista De Medicina, 98(6), 403-407. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v98i6p403-407
Seção
Artigos de Revisão/Review Articles