Diferentes índices volumétricos dos pulmões de fetos com hérnia diafragmática congênita avaliados pela ultrassonografi a tridimensional

  • Eduardo Takashi Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Rodrigo Ruano Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Obstetrícia e Ginecologia
  • Marcelo Zugaib Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Obstetrícia e Ginecologia
Palavras-chave: Hérnia diafragmática/congênito, Imagem tridimensional, Diagnóstico pré-natal, Pneumopatias/congênito, Pulmão/anormalidades, Ultra-sonografia pré-natal

Resumo

Objetivo: avaliar o potencial das diferentes índices volumétricos de pulmões de fetoscom hérnia diafragmática congênita isolada (HDC) medidos pela ultrassonografi a tridimensional(US-3D) para predizer o resultado perinatal. Forma de estudo: Cinquenta e cinco fetos apresentandoHDC foram avaliados prospectivamente pela US-3D entre janeiro de 2002 e maio de2007. Os volumes pulmonares foram calculados pelo método rotacional na ultrassonografi atridimensional nos fetos com HDC (volumes observados) e comparados com aqueles descritospreviamente em fetos normais (volumes esperados para determinada idade gestacional). Asrelações entre volumes pulmonares observados/esperados total (VPT), contralateral (VPC) eipsilateral (VPI) foram calculadas, assim como a relação entre o volume pulmonar fetal total eo peso fetal estimado (VP/PF). Estas relações pulmonares foram comparadas com os resultadosperinatais. Resultados: Óbitos perinatais ocorreram em 31 das 55 crianças (56,4%), HPgrave em 37 de 55 lactentes (67,3%) e de HAP em 38 de 54 (excluindo uma morte no útero)de neonatos (70,4%). HP grave e HAP ocorreram simultaneamente em 35 (63,0%) de 54crianças. Boas correlações entre todas as relações volumétricas do pulmão foram observadas;as relações VPT, VPC e VP/PF correlacionaram estatisticamente com óbitos perintais; VPT,VPI e VP/PF com o diagnóstico de HP grave; enquanto apenas VPT correlacionou-se com odiagnóstico pós-natal de HAP. As precisões do VPT, VPC, VPI e VP/PF em predizer óbitosperinatais foram 83,6%, 72,7%, 67,3% e 76,4%, respectivamente. Conclusão: O VPT medidopelos US-3D apresenta maior precisão em predizer óbito perinatal, uma vez que está associadoao diagnóstico pós-natal de HP e HAP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Takashi, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
Acadêmico da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Prêmio Oswaldo Cruz - Área Clínica - COMU 2008
Rodrigo Ruano, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Obstetrícia e Ginecologia
Professor Doutor do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da FMUSP.
Marcelo Zugaib, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Obstetrícia e Ginecologia
Professor Titular do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da FMUSP.
Publicado
2009-03-06
Como Citar
Takashi, E., Ruano, R., & Zugaib, M. (2009). Diferentes índices volumétricos dos pulmões de fetos com hérnia diafragmática congênita avaliados pela ultrassonografi a tridimensional. Revista De Medicina, 88(1), 58-65. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v88i1p58-65
Seção
Artigos Médicos