Identificação computadorizada de crises tipo ausência no eletrocorticograma de ratos

  • Rodrigo Pavão Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências, Departamento de Fisiologia Geral
  • Arnaldo Cheixas-Dias Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências, Departamento de Fisiologia Geral
Palavras-chave: Eletroencefalografia, Epilepsia tipo ausência/patologia, Padrão de eletrocardiograma/utilização, Disposição de identificação por radiofrequência/utilização, Ratos Wistar, Modelos animais

Resumo

Crises tipo epilepsia de ausência são expressas no eletrocorticograma de ratos como surtos paroxísticos de descargas espícula-onda. O objetivo do presente trabalho foi desenvolver e testar um sistema automatizado de identificação de crises. O princípio do sistema é distinguir sinais de crise dos demais sinais pela análise da potência na faixa de frequência entre 7 e 11 Hz, que é alta apenas durante as crises. A rotina, elaborada no Matlab®, é informada com um intervalo de registro em que não ocorreram crises (crivo), a fim de estabelecer o critério de identificação. O sistema compara, por meio da transformada rápida de Fourier, o crivo com o registro inteiro. A saída do programa é uma tabela informando a presença de crises nesses intervalos. Quatro ratos Wistar geneticamente portadores de crises tipo ausência e implantados com eletrodos corticais tiveram eletrocorticograma por 80 minutos. As crises foram quantificadas manualmente minuto a minuto. O registro e a quantificação das crises de um animal foram usados no refinamento do sistema. Os valores da quantificação automatizada foram bastante similares aos da quantificação manual para o animal usado na elaboração do sistema. Os registros dos demais animais foram usados para testar o sistema e apresentaram padrão similar. O sistema é capaz de quantificar com grande fidelidade as descargas eletrocorticográficas espícula-onda, mostrando-se como potente instrumento na análise de registros em estudos com modelos animais dessa patologia. Adicionalmente, pequenas adaptações permitem identificar outros padrões encontrados em registros eletroencefalográficos (sono, vigília, manifestações patológicas). A rotina está disponível para download em www.ib.usp.br/~rpavao.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Pavão, Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências, Departamento de Fisiologia Geral
Laboratório de Neurociências e Comportamento, Departamento de Fisiologia Geral, Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo.
Arnaldo Cheixas-Dias, Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências, Departamento de Fisiologia Geral
Laboratório de Neurociências e Comportamento, Departamento de Fisiologia Geral, Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo.
Publicado
2010-03-19
Como Citar
Pavão, R., & Cheixas-Dias, A. (2010). Identificação computadorizada de crises tipo ausência no eletrocorticograma de ratos. Revista De Medicina, 89(1), 12-20. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v89i1p12-20
Seção
Aprendendo