Doença ateromatosa multivascular: relato de caso

  • Gustavo Henrique Reis de Oliveira Fundação José Bonifácio Lafayette de Andrade, Faculdade de Medicina de Barbacena
  • Antônio Fernando Diniz Freire Fundação José Bonifácio Lafayette de Andrade, Faculdade de Medicina de Barbacena
  • Alaís Virgínia Ferreira de Souza Fundação José Bonifácio Lafayette de Andrade, Faculdade de Medicina de Barbacena
  • Tânia Maria Gonsalvez Quintão Santana Fundação José Bonifácio Lafayette de Andrade, Faculdade de Medicina de Barbacena
Palavras-chave: Doenças cardiovasculares/diagnóstico, Fatores de risco, Placa aterosclerótica, Estudos transversais, Idoso

Resumo

Objetivos: O envelhecimento da população representa um desafio para o sistema de saúde pelo aumento da incidência de doenças crônico-degenerativas, o que leva a crescentes custos econômicos e sociais. A mortalidade por doenças cardiovasculares aumenta com a idade: a partir dos 50 anos passa a ser a maior e a principal causa de óbitos no Brasil. A aterosclerose é uma dessas doenças, tendo diferentes fatores de riscos. Este relato de caso mostra uma doença multissistêmica grave, e visa mostrar a relação direta dos fatores de risco do estudo de Framingham na gênese da doença aterosclerótica arterial sistêmica. Os conhecimentos gerados poderiam facilitar o planejamento de ações para uma melhor avaliação de pacientes com essas morbidades, assim como a implantação de programas e estratégias que contribuam para melhorar o atendimento e a qualidade de vida de pacientes nesta faixa etária. Relato de Caso: Paciente do sexo masculino, 72 anos, hipertenso, diabético e dislipidêmico, internado no serviço de cardiologia do Hospital Ibiapaba em Barbacena, com quadro de dor precordial e claudicação intermitente. Foi submetido a estudo cineangiocoronariográfico que evidenciou ateromatose coronariana significativa com obstrução de 90% em coronária direita, 50% da circunflexa, e 40% na descendente anterior, além de extensa dilatação aneurismática do ventrículo esquerdo e acinesia de parede inferior e apical. No estudo angiográfico das artérias de membros inferiores foi constatado oclusão de 70% das ilíacas, entre outros vasos. Conclusões: Atualmente, existe consenso entre os pesquisadores de que são necessárias mais pesquisas sobre as implicações dos fatores de risco para doenças cardiovasculares em idosos, devido a sua importância e impacto significativos. A doença neste segmento da população não é uma consequência inevitável do envelhecimento biológico, mas um processo patológico com fatores de risco que podem ser evitados

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Henrique Reis de Oliveira, Fundação José Bonifácio Lafayette de Andrade, Faculdade de Medicina de Barbacena
Acadêmicos de Medicina da Faculdade de Medicina de Barbacena, FUNJOG, Barbacena, MG
Antônio Fernando Diniz Freire, Fundação José Bonifácio Lafayette de Andrade, Faculdade de Medicina de Barbacena
Cardiologista, Orientadora deste trabalho, Faculdade de Medicina de Barbacena – FUNJOB, Barbacena, MG
Alaís Virgínia Ferreira de Souza, Fundação José Bonifácio Lafayette de Andrade, Faculdade de Medicina de Barbacena
Acadêmicos de Medicina da Faculdade de Medicina de Barbacena, FUNJOG, Barbacena, MG
Tânia Maria Gonsalvez Quintão Santana, Fundação José Bonifácio Lafayette de Andrade, Faculdade de Medicina de Barbacena
Cardiologista, Orientadora deste trabalho, Faculdade de Medicina de Barbacena – FUNJOB, Barbacena, MG
Publicado
2011-09-11
Como Citar
Oliveira, G. H., Freire, A. F., Souza, A. V., & Santana, T. M. (2011). Doença ateromatosa multivascular: relato de caso. Revista De Medicina, 90(3), 144-148. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v90i3p144-148
Seção
Artigos