Composição do leite humano: o alimento ideal

Autores

  • Valdenise Martins Laurindo Tuma Calil Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Pediatria.
  • Mário Cícero Falcão Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Pediatria.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v82i1-4p1-10

Palavras-chave:

Leite humano/química, Leite humano/metabolismo, Nutrição infantil, Aleitamento materno.

Resumo

Todas as mães devem ser encorajadas a oferecer seu próprio leite para seus filhos. Apesar do advento das fórmulas infantis, nenhuma dessas se equipara ao leite humano. O leite humano possui inúmeras vantagens: aspectos higiênicos, imunológicos, psico-sociais e cognitivo, bem como aquelas relativas à prevenção de doenças futuras; devem ser consideradas ainda as vantagens econômicas provenientes do menor custo e do efeito anticoncepcional, bem como os benefícios do aleitamento sobre o organismo materno. O leite humano possui uma composição nutricional balanceada em termos de proteínas, carboidratos e gorduras, promovendo crescimento e desenvolvimento adequados. Por isto, a
alimentação de recém-nascidos e lactentes com o leite de suas próprias mães é recomendado durante dois primeiros anos de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valdenise Martins Laurindo Tuma Calil, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Pediatria.

Doutor(a) em Pediatria pela FMUSP. Professor(a) Colaborador(a) do Departamento de Pediatria da FMUSP. Médico(a) Assistente do Berçário Anexo à Maternidade do Hospital das Clínicas da FMUSP.

Mário Cícero Falcão, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Pediatria.

Doutor(a) em Pediatria pela FMUSP. Professor(a) Colaborador(a) do Departamento de Pediatria da FMUSP. Médico(a) Assistente do Berçário Anexo à Maternidade do Hospital das Clínicas da FMUSP.

Downloads

Publicado

2003-12-29

Como Citar

Calil, V. M. L. T., & Falcão, M. C. (2003). Composição do leite humano: o alimento ideal. Revista De Medicina, 82(1-4), 1-10. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v82i1-4p1-10

Edição

Seção

Aprendendo