Síndrome fibromiálgica

  • Helena Hideko Seguchi Kaziyama Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Hospital das Clínicas, Instituto de Ortopedia e Traumatologia
  • Lin Tchia Yeng Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Hospital das Clínicas, Instituto de Ortopedia e Traumatologia
  • Manoel Jacobsen Teixeira Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Neurologia
  • Fernanda Dalle Piagge Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Neurologia
Palavras-chave: Síndromes da dor miofascial/fisiopatologia. Fibromialgia/etiologia. Prognóstico. Dor/patologia.

Resumo

Fibromialgia caracteriza-se pela ocorrência de dor generalizada referida na musculatura na ausência de anormalidades evidenciadas aos exames complementares. Ocorrência mais freqüentemente no sexo feminino e nos indivíduos adultos. Pode associarse à fadiga, cefaléia, síndrome do cólon irritável, síndrome da cistite intersticial entre outras condições. Pontos dolorosos são
amplamente distribuídos e identificáveis na musculatura. Ansiedade e depressão são comuns nestes casos. Sua fisiopatologia é incerta, admite-se que seja devida a hipotividade serotoninérgica e à hiperatividade p-érgica. Doentes com fibromialgia secundária podem apresentar anormalidades tireoidianas, diabete, etc. O tratamento consiste do emprego de antidepressivos tricíclicos,
miorrelaxantes de ação central, analgésicos antiinflamatórios e neurolépticos. O implante de sistemas para infusão crônica de medicamentos analgésicos no compartimento liquórico é opção em casos rebeldes ao tratamento conservador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helena Hideko Seguchi Kaziyama, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Hospital das Clínicas, Instituto de Ortopedia e Traumatologia

Médica Fisiatra da Divisão de Medicina Física do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Membro do Centro de Dor do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Lin Tchia Yeng, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Hospital das Clínicas, Instituto de Ortopedia e Traumatologia

Médica Fisiatra da Divisão de Medicina Física do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Membro do Centro de Dor do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e da Liga de Dor do Centro Acadêmico Oswaldo Cruz da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e do Centro Acadêmico XXXI de Outubro da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo.

Manoel Jacobsen Teixeira, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Neurologia

Neurocirurgião. Prof. Dr. do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Diretor da Liga de Dor do Centro Acadêmico Oswaldo Cruz da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e do Centro Acadêmico XXXI de Outubro da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo.

Fernanda Dalle Piagge, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Neurologia
Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Neurologia
Publicado
2001-06-29
Como Citar
Kaziyama, H., Yeng, L., Teixeira, M., & Piagge, F. (2001). Síndrome fibromiálgica. Revista De Medicina, 80(spe1), 111-127. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v80ispe1p111-127