Dorsalgias

Autores

  • Patrick Stump Instituto Lauro de Souza Lima. Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Hospital das Clínicas, Centro de Dor
  • José Eduardo Nogueira Forni Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Hospital das Clínicas, Centro de Dor
  • Manoel Jacobsen Teixeira Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Neurologia
  • Fábio Pires de Souza Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Tania Tiemi Miura Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v80ispe2p335-340

Palavras-chave:

Dor/terapia, Lesões nas costas/terapia, Síndromes da dor miofascial/terapia, Doenças neuromusculares/terapia.

Resumo

As mais freqüentes razões das dorsalgias são as afecções músculo-esqueléticas incluindo as síndromes dolorosas miofasciais da musculatura regional das lesões traumáticas, inflamatórias, degenerativas, tumorais ou constitucionais da coluna vertebral, seguindo-se a dor referida de afecções vertebrais e as neuropatias. Os dados de história clínica e de semiologia e a adequada interpretação dos exames complementares possibilitam diagnóstico na maioria dos casos. O tratamento consiste da remoção dos fatores causais, do uso de medicações analgésicas, antiinflamatórias e ou opióides, psicotrópicos, miorrelaxantes, medidas de medicina física e, em poucos casos, de procedimentos neurocirúrgicos, ortopédicos ou de cirurgia torácica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrick Stump, Instituto Lauro de Souza Lima. Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Hospital das Clínicas, Centro de Dor

Médico Fisiatra do Instituto Lauro de Souza Lima, Membro do Centro de Dor do HC-FMUSP.

José Eduardo Nogueira Forni, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Hospital das Clínicas, Centro de Dor

Médico Ortopedista. Membro do Centro de Dor do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Manoel Jacobsen Teixeira, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina, Departamento de Neurologia

Neurocirurgião. Prof. Dr. do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, diretor da Liga de Dor do Centro Acadêmico Oswaldo Cruz da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e do Centro Acadêmico XXXI de Outubro da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo.

Fábio Pires de Souza, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina

Aluno de graduação do Curso de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e membro da Liga de Dor do Centro Acadêmico Oswaldo Cruz da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e do Centro Acadêmico XXXI de Outubro da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo.

Tania Tiemi Miura, Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem

Aluno de graduação do Curso de Enfermagem da Faculdade de Enfermagem da Universidade de São Paulo e membro da Liga de Dor do Centro Acadêmico Oswaldo Cruz da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e do Centro Acadêmico XXXI de Outubro da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2001-12-20

Como Citar

Stump, P., Forni, J. E. N., Teixeira, M. J., Souza, F. P. de, & Miura, T. T. (2001). Dorsalgias. Revista De Medicina, 80(spe2), 335-340. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v80ispe2p335-340