Mulheres em situação de violência: entre rotas críticas e redes intersetoriais de atenção

  • Ana Flávia Pires Lucas D’Oliveira Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
  • Lilia Blima Schraiber Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
Palavras-chave: Mulheres, Saúde da mulher, Violência contra a mulher, Violência doméstica, Ação intersetorial.

Resumo

A violência contra a mulher é um problema de alta prevalência e grande impacto nas condições de saúde de mulheres e crianças. O artigo aborda como o tema da violência doméstica e sexual contra a mulher assume, nas últimas décadas, o caráter de problema de saúde pública e direitos humanos. Baseando-se em revisão da literatura, retrata-se uma breve história das políticas públicas dirigidas ao tema e discute-se dois conceitos interligados: a rota crítica das mulheres afetadas pela violência doméstica (como as mulheres lidam com a violência e as dificuldades encontradas) e a necessidade de uma rede intersetorial de atenção. As possibilidades de integração dos serviços de saúde nesta rede intersetorial é tematizada. Conclui-se com a necessidade do reconhecimento por todos os profissionais da rede dos eixos de desigualdade social, especialmente no que tange às diversas manifestações das desigualdades de gênero, mas também de classe e raça/etnia28,29, para efetiva proteção dos direitos humanos e sociais e o trabalho com a violência nos serviços de saúde. Levar em consideração esse aspecto é extremamente importante, e propõe-se aos profissionais de saúde uma abertura ao diálogo acerca de alternativas para a ação que, ao tomar a violência como questão também a ser enfrentada nos serviços de saúde, possa representar igualmente uma ampliação do espectro tecnológico com maior satisfação no trabalho cotidiano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Flávia Pires Lucas D’Oliveira, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
Professoras do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - FMUSP.
Lilia Blima Schraiber, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina
Professoras do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - FMUSP.
Publicado
2013-06-30
Como Citar
D’Oliveira, A., & Schraiber, L. (2013). Mulheres em situação de violência: entre rotas críticas e redes intersetoriais de atenção. Revista De Medicina, 92(2), 134-140. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v92i2p134-140
Seção
Artigos