Medicina antroposófica: um novo paradigma para as questões da medicina moderna

  • Eliane Carapela Rodrigues Follador Universidade de São Paulo, Instituto de Psicologia
Palavras-chave: Antroposofia/psicologia, Terapias complementares/ psicologia, Medicina integrativa.

Resumo

Nesse artigo é feita uma introdução sobre o sistema de tratamento da Medicina Antroposófica (MA), introduzidas suas bases cognitivas e científicas, os seus métodos de diagnóstico e tratamento, assim como os resultados em relação à sua situação atual, eficácia, efetividade e segurança. A MA é um sistema complementar e integrativo de tratamento que reconhece no ser humano dimensões espirituais e existenciais que interagem com os níveis somáticos e psicológicos na saúde e na doença. A MA se propõe não como uma medicina alternativa, mas como uma ampliação da prática médica pois, ao mesmo tempo que o médico antroposófico obrigatoriamente tem uma formação convencional e também lança mão dos seus recursos diagnósticos e terapêuticos, ele trabalha com os recursos trazidos por uma visão do ser humano que é provida pela Antroposofia. A MA trabalha de modo multidisciplinar, compreendendo um sistema de tratamentos que inclui medicamentos e outras modalidades de terapia. Como a MA se define como um sistema de tratamento complementar ou integrativo, são também comentados o contexto atual, as demandas e necessidades que não estão sendo adereçadas pelo modelo convencional de atendimento médico e como as práticas integrativas e complementares surgiram com uma opção para um entendimento mais amplo do processo de saúde e doença e o seu tratamento. Como um sistema de medicina integrativa, A MA se coloca como um novo paradigma para a resolução das questões que estão sendo enfrentadas atualmente, seja no âmbito existencial do indivíduo seja nas questões sociais e ecológicas da saúde. A MA tem uma proposta que pode contribuir para a ampliação do escopo de atendimento médico convencional pois tem uma base epistemológica clara, recursos próprios baseados na autonomia do paciente e mostrado bons resultados em termos de segurança, eficácia e efetividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Carapela Rodrigues Follador, Universidade de São Paulo, Instituto de Psicologia
Pesquisadora do Laboratório de Estudos em Psicologia da Arte – LAPA – Departamento de Psicologia Social e do Trabalho do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.
Publicado
2013-09-30
Como Citar
Follador, E. (2013). Medicina antroposófica: um novo paradigma para as questões da medicina moderna. Revista De Medicina, 92(3), 166-172. https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v92i3p166-172
Seção
Artigos