Funk ostentação em São Paulo: imaginação, consumo e novas tecnologia da informação e da comunicação

  • Alexandre Barbosa Pereira Universidade Federal de São Paulo
Palavras-chave: Funk ostentação, Imaginação, Consumo.

Resumo

O artigo aborda a configuração recente de um movimento musical, protagonizado principalmente por jovens de origem pobre, em São Paulo, o funk ostentação. A partir da pesquisa em casas noturnas e da observação de videoclipes na internet, explora-se a importância das referências a marcas de diferentes produtos e bens de valor elevado e a imagem como componente fundamental para a apresentação e divulgação desse estilo musical. Nesse circuito funk, a proposição de Arjun Appadurai sobre a centralidade do deslocamento pelas migrações e novas tecnologias da comunicação mostra-se como um caminho importante para se refletir sobre esse funk a partir da ideia de imaginação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Barbosa Pereira, Universidade Federal de São Paulo
Alexandre Barbosa Pereira é professor da Universidade Federal de São Paulo, Campus Baixada Santista.
Publicado
2014-06-25
Como Citar
Pereira, A. (2014). Funk ostentação em São Paulo: imaginação, consumo e novas tecnologia da informação e da comunicação. Revista Estudos Culturais, 1(1). Recuperado de http://www.revistas.usp.br/revistaec/article/view/98367
Edição
Seção
DOSSIÊ SOBRE CULTURA POPULAR URBANA