[1]
M. Leonel e M. Mesquita, A versão encantada da pós-modernidade, Rev. Estud. Cult., vol. 1, nº 1, jun. 2014.