Lobbies alimentares

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2596-3147.v1i1p53-67

Palavras-chave:

Lobbies alimentares, Alimento saudável, Poder

Resumo

Este estudo conceitual se debruça sobre lobbies alimentares – atividades políticas legais designadas para influenciar o congresso, as agências federais e o governo, propondo leis que beneficiem as companhias alimentares e os grupos de commodities agrícolas em detrimento dos interesses e das preocupações da saúde coletiva. O tema, central na pesquisa de Marion Nestle desde a década de 1990, é essencial para discutir a construção social do conceito de alimento saudável sob a ótica do neoliberalismo. No entanto, nenhuma de suas publicações foi ainda traduzida para a língua portuguesa. O artigo mobiliza jornalistas e autores das áreas de Ciências Social e Política e oferece um estímulo para futuras pesquisas nessa área de conhecimento, sem a pretensão de abarcar o amplo alcance das publicações de Marion Nestle.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elaine Azevedo, Universidade Federal do Espírito Santo. Departamento de Ciências Sociais

Doutora em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina, professora do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Espírito Santo, com pesquisa na área de sociologia da alimentação, saúde e meio ambiente.

Referências

ARAÚJO, Anderson Luiz Alves. A necessidade de regulamentação do lobby no Brasil e a experiência americana. Jota, São Paulo, 19 jul. 2018. Disponível em: <https://www.jota.info/coberturas- especiais/as-claras/lobby-brasil-estados-unidos-19072018>. Acesso em: 5 out. 2018.
AZEVEDO, Elaine de. Riscos e controvérsias na construção do conceito de alimento saudável: o caso da soja. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 45, n 4, pp. 781-8, 2011.
AZEVEDO, Elaine de. A ciência e os riscos ambientais vinculados ao sistema agroalimentar Moderno. Caderno Eletrônico de Ciências Sociais, UFES, Vitória, v. 1, n. 1, pp. 18-40, 2013.
AZEVEDO, Elaine de. Manifesto da comida de verdade. Brasília: s.n., 2016. Disponível em: <https://drive.google.com/ file/d/0B6TZXfrmITeNbXd1WTZRV3hiR2s/view>. Acesso em: 9 out 2018.
BAIRD, Marcello Fragano. O lobby na regulação da publicidade de alimentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Revista Sociologia e Política, Curitiba, v. 24, n. 57, pp. 67-91, mar. 2016.
CANNON, Geoffrey. The politics of food. Londres: Century, 1987.
EVICH, Helena Bottemiller. “Good Food” vs. “Big Food”: food and beverage powerhouses spend
big money on lobbying. Companies like Chipotle and Whole Foods don’t. Politico, Washington, 8 jan. 2015. Disponível em: <https://www.politico.com/story/2015/08/good-food- companies-leave-lobbying-off-the-menu-120878>. Acesso em: 3 out. 2018.
FALLON, Sally; ENIG, Mary G. Tragedy and hope: the third International Soy Symposium. Nexus Mag, Maleny, v. 7, n. 3, p. 66-71, 2000.
FOUCAULT, Michel. História da sexualidade: a vontade de saber. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2018.
FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Petrópolis: Editora Vozes, 2001.
GONÇALVES, Maria Cecília Nunes. Regulamentação do lobby no Congresso Nacional brasileiro: o estudo
comparado do modelo norte-americano. Monografia (Curso de Especialização) – Centro de
Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados (Cefor). Brasília, 2012.
JACOBS, Andrew; RICHTEL, Matt. Como a grande indústria viciou o Brasil em junk food. The New York Times, Nova York, 16 set. 2017. Disponível em: <https://www.nytimes.com/2017/09/16/
health/brasil-junk-food.html>. Acesso em: 2 set. 2018.
MICHAELS, David. Doubt is their product: how industry’s assault on science threatens your health.
Oxford: Oxford University Press, 2008.
NESTLE, Marion. Food lobbies, the food pyramid, and U.S. nutrition policy. International Journal of
Health Services, v. 23, n. 3, pp. 483-96, 1993.
NESTLE, Marion. Food politics. Berkeley/Los Angeles/Londres: University of California Press, 2002.
NESTLE, Marion. Unsavory truth: how food companies skew the science of what we eat. Nova York: Basic
Books, 2018.
RINKER, Brian. Can our food system be fixed? Wellness, Berkeley, 16 mar. 2018. Disponível em:
<http://www.berkeleywellness.com/healthy-eating/food/article/can-our-food-system-be-
fixed>. Acesso em: 30 set. 2018.
SANTOS, Manoel Leonardo et al. Lobbying no Brasil: profissionalização, estratégias e influência. Texto
para discussão (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). Brasília/Rio de Janeiro: Ipea, 2017.
TREVISAN, Claudia. Nos Estados Unidos, leis restringem lobby da JBS. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 2 jul. 2017. Disponível em: <http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,nos-estados-
unidos-leis-restringem-lobby-da-jbs,70001873414>.Acesso em 4 out. 2018.
ZREIK, M. The great soy protein awakening. Total Health, v. 32, n. 1, pp. 52-54, 2000.

Downloads

Publicado

2019-03-28

Como Citar

Azevedo, E. (2019). Lobbies alimentares. Revista Ingesta, 1(1), 53-67. https://doi.org/10.11606/issn.2596-3147.v1i1p53-67

Edição

Seção

Artigos