Cura espiritual, biomedicina e intermedicalidade no Santo Daime

Autores

  • Isabel Santana de Rose Universidade Federal de Alagoas. Instituto de Ciências Sociais

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2596-3147.v1i1p250-267

Palavras-chave:

Santo Daime, Espiritualidade, Terapia, Intermedicalidade, Recursos biomédicos

Resumo

Este trabalho toma como ponto de partida a descrição do sistema de cuidados da saúde da comunidade do Santo Daime Céu da Mantiqueira, localizada no sul do estado de Minas Gerais. Este sistema de cuidados da saúde é caracterizado por uma pluralidade de práticas terapêuticas provenientes de diferentes campos; pela presença de um numero expressivo de profissionais da área da saúde; e pela incorporação de recursos biomédicos. Procuro aqui compreender a estreita imbricação entre essas diferentes práticas e paradigmas terapêuticos a partir do conceito de intermedicalidade, desenvolvido no âmbito dos estudos sobre saúde indígena, visando dar conta de contextos caracterizados pela convivência de sistemas médicos distintos. Com base no estudo de caso sobre o Céu da Mantiqueira, argumento que as fronteiras entre espiritualidade e terapia, entre os usos rituais/religiosos e os usos terapêuticos da ayahuasca, entre ciência e religião são porosas e difusas, se interpenetram e se misturam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabel Santana de Rose, Universidade Federal de Alagoas. Instituto de Ciências Sociais

Doutora em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com uma tese que trata da formação de redes xamânicas contemporâneas no Brasil a partir de um estudo de caso realizado na aldeia guarani Yynn Morothi Wherá (Biguaçu, SC) (Rose, 2010). Minhas principais áreas de interesse incluem antropologia da saúde, antropologia da religião, xamanismo e saberes e fazeres tradicionais. Sou coautora do livro Religiões ayahuasqueiras: um balanço bibliográfico (Labate; Rose; Santos, 2008) e autora de uma série de artigos e capítulos publicados em periódicos e livros nacionais e internacionais. Atualmente sou professora visitante no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Alagoas (PPGAS/UFAL).

Referências

ARAÚJO, Wladimyr Sena. Navegando sobre as ondas do daime. História, cosmologia e ritual da Barquinha. Campinas: Editora da Unicamp, 1999.
AMARAL, Leila. Carnaval da alma: comunidade, essência e sincretismo na Nova Era. Petrópolis: Vozes, 2000.
ASSIS, Glauber L.; LABATE, Beatriz C. Dos igarapés da Amazônia para o outro lado do Atlântico: a expansão e internacionalização do Santo Daime no contexto religioso global. Religião e Sociedade, v. 34, n. 2, pp. 11-35, 2014.
BRISSAC, Sérgio. A estrela do norte iluminando até o sul: uma etnografia da União do Vegetal em um contexto urbano. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 1999.
CONSELHO NACIONAL ANTIDROGAS (CONAD). Resolução n. 1, 25 jan. 2010.
GROISMAN, Alberto. Eu venho da floresta. Um estudo sobre o contexto simbólico do uso do Santo Daime. Florianópolis: Editora da UFSC, 1999.
GROISMAN, Alberto; SELL, Ari. Healing Power: cultural-neurophenomenological therapy of Santo Daime. Yearbook of Cross-Cultural Medicine and Psychotherapy, v. 4, pp. 279-287, 1996.
GREENE, Shane. The shaman’s needle: development, shamanic agency and intermedicality in Aguaruna Lands, Peru. American Ethnologist, v. 25, n. 4, pp. 634-658, 1998.
FOLLÉR, May-Lis. Intermedicalidade: a zona de contato criada por povos indígenas e profissionais de saúde. In: LANGDON, E. J.; GARNELO, Luiza (Orgs.) Saúde dos povos indígenas: reflexões sobre antropologia participativa. Rio de Janeiro: ContraCapa/ABA, 2004.
FREIRE, Maria Alice Campos; BARSÉ, Isabel Facchine. Florais da Amazônia. Porto Alegre: Hércules, 2000.
KLEINMAN, Arthur. Concepts and a model for the comparison of medical systems as cultural systems. Social Science and Medicine, v. 12, pp. 85-93, 1978.
KLEINMAN, Arthur. Patients and healers in the context of culture. Berkeley: University of California Press, 1980.
LABATE, Beatriz C. A reinvenção do uso da ayahuasca nos centros urbanos. Campinas: Mercado de Letras, 2004a.
LABATE, Beatriz C. A literatura brasileira sobre as religiões ayahuasqueiras. In: LABATE, Beatriz. C.; ARAÚJO, Wladimyr S. (Orgs.). O uso ritual da ayahuasca (2ª ed.). Campinas: Mercado de Letras/FAPESP, 2004b.
LABATE, Beatriz C; ARAÚJO, Wladimyr S. (Orgs.). O uso ritual da ayahuasca (2ª ed.). Campinas: Mercado de Letras/FAPESP, 2004.
LABATE, Beatriz C; ROSE, Isabel S. de; SANTOS, Rafael G. dos. Religiões ayahuasqueiras: um balanço bibliográfico. Campinas: Mercado de Letras/Fapesp, 2008.
LABATE, Beatriz C; CAVNAR, Clancy; GEARIN, Alex K. (Orgs.). The world ayahuasca diaspora: reinventions and controversies. Londres/Nova Iorque: Routledge, 2017.
LABATE, Beatriz C; CAVNAR, Clancy; GEARIN, Alex. Introduction. The shifting journey of ayahuasca in diáspora. In: LABATE, Beatriz C; CAVNAR, Clancy; GEARIN, Alex (Orgs.). The world ayahuasca diaspora: reinventions and controversies. Londres/Nova Iorque, Routledge, 2017.
LABATE, Beatriz C; CAVNAR, Clancy (Orgs.). The expanding world ayahuasca diaspora. Apropriation, integration and legislation. Londres/Nova Iorque: Routledge, 2018.
LIMA, Edilene C.; LABATE, Beatriz C. “Remédio da ciência” e “remédio da alma”: os usos da secreção do kambô (Phyllomedusa bicolor) nas cidades. Campos. Revista de Antropologia Social, v. 8, n. 1, pp. 71-90, 2007.
MACRAE, Edward. Guiado pela lua. Xamanismo e uso ritual da ayahuasca no culto do Santo Daime. São Paulo: Editora Brasiliense, 1992.
MACRAE, Edward. El Santo Daime y la espiritualidad brasileña. Quito: Ediciones Abya-Yala, 2000.
MAGNANI, José Guilherme C. Mystica urbe. Um estudo antropológico sobre o circuito neo-esotérico na metrópole. São Paulo: Studio Nobel, 1999.
MALUF, Sônia W. Mitos coletivos, narrativas pessoais: cura ritual, trabalho terapêutico e emergência do sujeito nas culturas da “Nova Era”. Mana, v. 11, n. 2, pp. 499-528, 2005.
MELO, Rosa. “Beber na fonte”: adesão e transformação na União do Vegetal. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Universidade de Brasília. Brasília, 2010.
MERCANTE, Marcelo S. Imagens de cura: ayahuasca, imaginação, saúde e doença na Barquinha. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2012.
PELAEZ, Maria Cristina. No mundo se cura tudo. Interpretações sobre a cura espiritual no Santo Daime. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 1994.
ROSE, Isabel S. de. Espiritualidade, terapia e cura. Um estudo sobre a expressão da experiência no Santo Daime. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2005.
ROSE, Isabel S. de. Repensando as fronteiras entre espiritualidade e terapia: reflexões sobre a ‘cura’ no Santo Daime. Campos, Revista de Antropologia Social, v. 7, n. 1, pp. 35-52, 2006.
ROSE, Isabel S. de. Tata endy rekoe – Fogo Sagrado: encontros entre os Guarani, a ayahuasca e o Caminho Vermelho. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2010.
ROSE, Isabel S. de. Cura espiritual, biomedicina y intermedicalidad en el Santo Daime. In: LABATE, Beatriz C.; BOUSO, José Carlos (Orgs.). Ayahuasca y salud. Barcelona: La Liebre de Marzo, 2013.
ROSE, Isabel S. de. “Santo Daime” e “União do Vegetal”. In: Encyclopedia of Latin American Religions. Springer International Publishing, 2018.

Downloads

Publicado

2019-03-28

Como Citar

Rose, I. S. de. (2019). Cura espiritual, biomedicina e intermedicalidade no Santo Daime. Revista Ingesta, 1(1), 250-267. https://doi.org/10.11606/issn.2596-3147.v1i1p250-267

Edição

Seção

Artigos