Jörn Rüsen e sua contribuição para a didática da história

  • Maria Auxiliadora Schmidt Universidade Federal do Paraná-Brasil
Palavras-chave: Didática da História Jörn Rüsen, Historical Learning, History Teaching Methodology,

Resumo

A partir do recorte acerca da obra de Jörn Rüsen no que se refere à sua teoria da aprendizagem histórica, se  propõe  analisar as contribuições para a pesquisa e para a educação histórica. De um lado, a apropriação destas contribuições,  tendo como referência e fundamentação a teoria da História, é algo a ser acolhido e anunciam um novo paradigma para a  relação entre aprendizagem e ensino de História, o que se propõe a realizar na  primeira parte deste trabalho. De outro, a partir destes pressupostos, foram tomadas como objeto de análise investigações que vem sendo realizadas no Brasil, na área do ensino de História, que  têm como referência teórica o pensamento ruseniano. Resultados destas pesquisas, ainda que parciais, indicam várias questões a serem levadas em consideração, no que se refere à aprendizagem das crianças e jovens, seja em ambiente escolar ou outros ambientes de aprendizagem. Ademais, suscitam novas questões de investigação, que também serão apontadas neste trabalho.

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Joaquim Prats, “Enseñar Historia: notas para uma didáctica renovada”, Consejeria de Educacion, Ciencia y Tecnologia. Junta de Extremadura (Mérida), 2001

Jörn Rüsen, História Viva. Teoria da História III: formas e funções do conhecimento histórico (Brasília: Editora da Unb, 2007).

Jörn Rüsen. Contribuições para uma Teoria da Didática da História. Curitiba: W & A Editores, 2016.

Jörn Rüsen. Humanismo e Didática da História. Curitiba: W & A Editores, 2015

Jörn Rüsen, Aprendizagem Histórica: Fundamentos e Paradigmas (Curitiba: W & A Editores, 2012.

Jörn Rüsen, Teoria da História. Uma teoria da história como ciência (Curitiba: Editora da UFPR, 2015), 19.

Luis Fernando Cerri, “Didática da História: uma leitura teórica sobre a História como prática”, Revista de História Regional (Ponta Grossa-PR), no. 16(2), 2010.

Marilia Gago, “Consciência histórica e narrativa na aula de história: concepções de profesores” (Tese de doutorado, Universidade do Minho. Instituto de Educação e Psicologia, 2007).

Oldimar Cardoso, “Para uma definição de Didática da História”, Revista Brasileira de História (São Paulo), v.28, n.55. 2008.

Peter Lee, “Em direção a um conceito de literacia histórica”, Revista Educar. Dossiê Especial Educação Histórica, (Curitiba: Editora da UFPR, 2006).

Peter Lee, “Literacia Histórica e História Transformativa”, Revista Educar, (Curitiba: Editora da UFPR, n.60, 2016), 2.

Rafael Saddi, “Didática da História como subdisciplina da ciência da História”, Revista História & Ensino (Londrina : UEL), v.16, n.1, 2010.

Raimundo Cuesta Fernandez, Sociogénesis de una disciplina escolar: la Historia (Barcelona: Ediciones Pomares-Corredor) 1998.

Ronaldo Cardoso Alves, “Aprender história com sentido para a vida: consciência histórica em estudantes brasileiros e portugueses”(Tese de doutorado, Universidade de São Paulo, 2011).

SCHMIDT, M.A./BARCA, I./ MARTINS, E.R. (orgs.) Jörn Rüsen e o Ensino de História. Curitiba: Editora da UFPR, 2010.

Publicado
2017-11-27
Como Citar
Schmidt, M. (2017). Jörn Rüsen e sua contribuição para a didática da história. Intelligere, 3(2), 60-76. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2017.127291