Objeto em perspectiva e sujeito em devir na epistemologia histórica de Gaston Bachelard

Autores

  • Caio Souto

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2019.166746

Palavras-chave:

Epistemologia histórica, sujeito de conhecimento, perspectivismo, Gaston Bachelard

Resumo

A epistemologia histórica, que tem em Gaston Bachelard um de seus principais expoentes, foi criticada muitas vezes como sendo idealista, uma vez que interpretaria a evolução histórica das teorias científicas de um modo relativamente autônomo, independentemente de seu contexto social ou do sujeito humano produtor da ciência. Este artigo busca demonstrar como, ao menos no caso de Bachelard, há sim uma preocupação para com o sujeito da ciência, que está implicado na construção das teorias científicas, mas não como seu mero produtor, e sim como seu efeito. Trata-se do tema de uma pedagogia científica que se opera constituindo e modificando o sujeito de conhecimento na medida em que os objetos científicos, por sua vez, também são o efeito de uma mise-en-perspective do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-30

Como Citar

Souto, C. (2019). Objeto em perspectiva e sujeito em devir na epistemologia histórica de Gaston Bachelard. Intelligere, (8), 13. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2019.166746

Edição

Seção

Artigos