PROJETO JAGUARÉ : METODOLOGIA PARA REQUALIFICAÇÃO DE BACIAS HIDROGRÁFICAS URBANAS

Autores

  • Taícia Helena Negrin Marques Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
  • Daniela Rizzi Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo http://orcid.org/0000-0001-7723-0742
  • Paulo Renato Mesquita Pellegrino Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
  • Newton Célio Becker Moura Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v9i1p12-27

Palavras-chave:

Infraestrutura Verde, Drenagem Sustentável, Requalificação de Bacias Hidrográficas

Resumo

O Projeto Jaguaré reuniu uma equipe multidisciplinar formada por engenheiros, arquitetos urbanistas e de paisagem a fim de desenvolver uma metodologia replicável para a requalificação das bacias hidrográficas da Região Metropolitana de São Paulo. Como estudo de caso piloto foi abordada a bacia do córrego Jaguaré, devido à existência de diversos tipos de uso e ocupação do solo, representativos das outras bacias hidrográficas da RMSP. Uma metodologia sistêmica foi desenvolvida, baseada na integração de estratégias e dispositivos de Infraestrutura Verde nas diversas escalas da paisagem urbana e periurbana, capazes de gerar redundância ao sistema de drenagem instalado e contribuir para o metabolismo urbano principalmente ao lidar com os problemas relacionados ao manejo dos volumes e da qualidade das águas de chuva. O presente artigo apresenta um panorama dos resultados atingidos pelo Projeto Jaguaré. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taícia Helena Negrin Marques, Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Arquiteta e Urbanista pela PUC - Campinas, Msc Arquitetura da Paisagem e Planejamento pela Universidade de Wageningen - Holanda, Doutoranda pela FAU – USP, Departamento Paisagem e Ambiente

Daniela Rizzi, Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Arquiteta e urbanista formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo com doutorado pela Universidade Técnica de Munique, Alemanha. Atualmente é Coordenadora de Infraestrutura Verde no Secretariado europeu do ICLEI. É responsável pela implementação de projetos e serviços de consultoria na área de NbS por toda a Europa

Paulo Renato Mesquita Pellegrino, Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Professor Associado do Depto de Projeto da FAUUSP

Newton Célio Becker Moura, Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Arquiteto e Urbanista pela Universidade Federal do Ceará e Doutor em Arquitetura e Urbanismo pela FAU-USP. Sócio-proprietário da Bezerra & Becker Arquitetura Paisagística Ltda e professor do Mestrado Profissional da Universidade de Fortaleza e dos Cursos de Especialização na Universidade 7 de Setembro. Pesquisador colaborador do LabVerde-FAUUSP e revisor da Revista LABVERDE

Referências

AHERN, J. Green Infrastructure for cities: The spacial dimension. University of Massachusetts, p.267-283, 2007.

BENEDICT, M. A. E MCMAHON, E. T. Green infrastructure: Linking landscapes and communities. Washington, DC.: Island Press, 2006.

CONAMA. Resolução CONAMA n. 537/2005. Disponível em [http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=459]. Acessado em dezembro de 2017.

CORMIER, N. S.; PELLEGRINO, P. R. M. Infra-estrutura verde: uma Estratégia Paisagística para Água Urbana. Paisagem e Ambiente: ensaios, v. 25, p.127-142, 2008.

FCTH. Desenvolvimento de metodologia e projeto piloto de revitalização de bacia urbana, replicável para as demais bacias da região metropolitana (Bacia do Córrego Jaguaré), Empreendimento 2014 AT-653. Volumes I, II, III e IV, 2017.

MARQUES, T. H. N. et al. De Canais de Drenagem a Paisagens Multifuncionais: Uma Nova Geração de Parques Lineares para São Paulo. São Paulo In: II Simpósio de Revitalização de Rios Urbanos, 2017, São Paulo. Livro Resumo II Simpósio de Revitalização de Rios Urbanos. , 2018. p.180-186. Disponível em [http://https://issuu.com/julianaalencar3/docs/iisrru_livreto_completo]. Acessado em fevereiro de 2018.

MOURA, N. C. B. et al. Paisagens Inteligentes: aplicação de modelo computacional paramétrico para uma nova geração de piscinões em São Paulo. São Paulo In: II Simpósio de Revitalização de Rios Urbanos, 2017, São Paulo. Livro Resumo II Simpósio de Revitalização de Rios Urbanos. , 2018. p.129- 136. Disponível em [http://https://issuu.com/julianaalencar3/docs/iisrru_livreto_completo]. Acessado em fevereiro de 2018.

RIZZI, D. et al. Transformando São Paulo através da Infraestrutura verde pluvial: Projeto piloto Bacia do Jaguaré. III Simpósio sobre Sistemas Sustentáveis, Porto Alegre, Brasil, 2016.

RIZZI, D. et al. Collaborative work between landscape architects and hydraulic engineers to propose Green Infrastructure in an urbanized water basin in São Paulo. 14th IWA/ IAHR International Conference on Urban Drainage, Praga, República Tcheca 2017 (no prelo).

UACDC . Low Impact Development, a design manual for urban areas. Arkansas. USA, 2010.

WAGNER, I.; KRAUZE, K.; ZALEWSKY, M. Blue aspects of green infrastructure. In: Sustainable Development Applications, v. 4, p. 145-155, 2013.

Downloads

Publicado

2018-04-10

Como Citar

Marques, T. H. N., Rizzi, D., Pellegrino, P. R. M., & Moura, N. C. B. (2018). PROJETO JAGUARÉ : METODOLOGIA PARA REQUALIFICAÇÃO DE BACIAS HIDROGRÁFICAS URBANAS. Revista LABVERDE, 9(1), 12-27. https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v9i1p12-27

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)