Edição Atual

v. 19 n. 2 (2019): Dossiê temático: Claudio Santoro e Heitor Villa-Lobos

Em 2019, a Revista Música homenageia Heitor Villa-Lobos (1887-1959) pelos 60 anos de sua morte e celebra os 100 anos de nascimento de Claudio Santoro (1919-1989). Dois expoentes da música brasileira de concerto no século XX.

Publicado: 2019-12-22

Edição completa

Editorial

Artigos

Ver Todas as Edições

REVISTA MÚSICA - USP
Dossiê Villa-Lobos e Santoro

Editor convidado: Rodolfo Coelho de Souza.

CHAMADA DE TRABALHOS PARA UM DOSSIÊ COMEMORATIVO DOS 60 ANOS DA MORTE DE HEITOR VILLA-LOBOS E DO CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DE CLÁUDIO SANTORO
A Revista Música do PPGMUS da ECA-USP convida os pesquisadores a submeter para publicação trabalhos que estudem as obras de Heitor Villa-Lobos e Claudio Santoro.
Buscamos trabalhos que procurem uma reinterpretação da obra de Heitor Villa-Lobos, à luz das pesquisas mais recentes, sua relação com o Estado-Novo e com os projetos de educação musical, seu aprendizado e legado para com a música brasileira erudita e/ou popular, sua participação no modernismo no Brasil e no mundo, suas representações de identidade nacional, a presença de sua música e iconografia como símbolo da cultura brasileira nas mídias, são todos temas bem-vindos a este dossiê. 
Quanto à obra de Claudio Santoro, apesar da reconhecida importância de sua contribuição para a história da música brasileira, no momento do centenário do seu nascimento, ela permanece pouco pesquisada. Sua produção é usualmente dividida em três fases. A primeira é focada em técnicas do atonalismo livre ou dodecafônico. A segunda, indevidamente chamada de nacionalista, é inspirada pelo realismo socialista jdanovista e pela música funcional para rádio e cinema do período. A terceira incorpora aspectos das duas primeiras em uma síntese com novas experimentações em música aleatória, textural e eletrônica. O estudo crítico de sua produção, em todas as três fases, ainda é considerado incipiente, a despeito de relevantes teses e estudos seminais que iniciaram o processo de avaliação analítica, histórica e crítica desse corpus musical. Sugerimos aos pesquisadores que esta seria uma excelente oportunidade de contribuírem para esse resgate.
Aproveitando ainda a coincidência entre as datas envolvendo Santoro e Villa-Lobos, também são estimulados textos que abordem as interações entre esses compositores, por meio de cartas e entrevistas, ou na intertextualidade de suas produções artísticas.

DATA-LIMITE PARA O ENVIO DE TRABALHOS: 15 DE OUTUBRO DE 2019
O dossiê integrará o v. 19 n. 2 da Revista Música, que deverá estar disponível online a partir de dezembro de 2019. As demais submissões, não relacionadas ao dossiê, serão publicadas nessa mesma edição.
Instruções para o envio no link: https://www.revistas.usp.br/revistamusica/about/submissions