Pronuntiatio na obra de Silvestro Ganassi (1492-c.1557)

Autores

  • Giulia da Rocha Tettamanti Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Artes

DOI:

https://doi.org/10.11606/rm.v16i1.125014

Palavras-chave:

renascimento, retórica musical, Silvestro Ganassi.

Resumo

Este artigo tem como objetivo apontar na obra de Silvestro Ganassi a presença de conceitos da oratória clássica amplamente cultivados no ambiente veneziano entre as décadas de 1530 e 1540. A influência destes elementos na obra do autor se nota pelo alto grau de sofisticação dos conteúdos e pela constante comparação entre as duas artes, principalmente no que diz respeito às partes do discurso que tratam da pronúncia que, neste caso, está diretamente relacionada à execução musical. Levando em consideração o ambiente político veneziano e as ideias humanistas que circulavam dentro das academias literárias desta cidade no século XVI, pretende-se fazer um recorte das diversas passagens na obra de Ganassi que fazem referência direta ou indireta à arte da oratória, para que, ao relacioná-las com as suas respectivas fontes, possamos ter uma maior compreensão do significado que a execução musical adquiriu neste ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DOLCE, Lodovico. Dialogo della Pittura Intitolato L’ Aretino. In: BAROCCHI, Paola (ed.). Trattati d’arte del Cinquecento. Bari [Venetia]: Laterza, 1960 [1557].

FELDMAN, Martha. City Culture and the Madrigal at Venice. Berkeley: University of California Press, 1995.

GANASSI, Silvestro. Lettione Seconda. Bologna [Venetia]: Arnaldo Forni Editore [ad instantia de l’autore], 1978 [1543].

______. Opera Intitulata Fontegara. Bologna [Venetia]: Arnaldo Forni Editore [ad instantia de l’autore], 2002 [1535].

______. Regola Rubertina. Bolonha [Venetia]: Arnaldo Forni Editore [ad instantia de l’autore], 1984 [1542].

GRIFFTHS, John. Las vihuelas em la época de Isabel la Católica. Cuadernos de Música Iberoamericana. Madrid, v. 20, p. 27-28, 2010.

KRISTELLER, Paul Oskar. Humanist Learning in the Italian Renaissance. In: Renaissance Thought and the arts: Collected Essays. Princeton, New Jersey: Princeton University Press, 1990, p. 1-19.

__________. Music and Learning in the Early Italian Renaissance. In: Renaissance Thought and the arts: Collected Essays. Princeton, New Jersey: Princeton University Press, 1990, p. 142-162.

PALISCA, Claude. Music and Ideas in the Sixteenth and Seventeenth Centuries. Urbana, Chicago: University of Illinois Press, 2006.

PINO, Paolo. Diálogo sobre a pintura (Veneza, 1548). Cadernos de Tradução. São Paulo, n.8, 2002 (trad. Rejane Bernal Ventura).

QUINTILIANO, Marco Fabio. Insititutio Oratoria. London: Harvard University Press, 1920-1922 (Loeb Classical Library).

ROSAND, Ellen. La musica nel mito di Venezia. In: TAFURI, Manfredo (ed.). Renovatio Urbis. Venezia nell’età di Andrea Gritti (1523-1538). Roma: Oficina Einaudi, 1984, p. 167-186.

SMITH, Anne. The Performance of 16-th Century Music. Learning from Theorists. Oxford: Oxford University Press, 2011.

TAFURI, Manfredo. Renovatio urbis Venetiarum: il problema storiografico. In: Renovatio Urbis. Venezia nell’età di Andrea Gritti (1523-1538). Roma: Oficina Einaudi, 1984, p. 9-56.

TETTAMANTI, Giulia da Rocha. Silvestro Ganassi: Obra Intitulada Fontegara. Um estudo sistemático do tratado abordando aspectos da técnica da flauta doce e da música instrumental do século XVI. Dissertação de Mestrado. Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, 2010.

WILSON, Blake McDowell. ‘Ut oratoria musica’ in the Writings of Renaissance Music Theorists. In: MATHIESEN, Thomas J. e Benito. V. Rivera (eds.). Festa Musicologica: Essays in Honor of George J. Buelow. Styvesant, NY: Pendragon Press, 1995, p. 341-368.

Downloads

Publicado

2016-12-25

Como Citar

Tettamanti, G. da R. (2016). Pronuntiatio na obra de Silvestro Ganassi (1492-c.1557). Revista Música, 16(1), 205-216. https://doi.org/10.11606/rm.v16i1.125014