‘Acervo João Mohana’ do Arquivo Público do Estado do Maranhão (APEM)

algumas observações

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/rm.v18i1.144923

Resumo

Este breve artigo apresenta algumas considerações sobre a pesquisa no ‘Acervo João Mohana’ do Arquivo Público do Estado do Maranhão, visando a auxiliar o trabalho de musicólogos, intérpretes e demais pesquisadores interessados em estuda-lo. Há uma revisão de literatura sobre trabalhos ligados a este “acervo”, sucedida de informações sobre seu contexto histórico e descrições sobre problemas recorrentes na pesquisa. Questões de prática editorial são discutidas em um trecho de ‘Rêve d’Amour’, do compositor maranhense Ignácio Cunha (1871-1955), com indicação de aprofundamento com base em Grier (1996) e Figueiredo (2017). Conclusões apontam para democratizar o acesso a trabalhos semelhantes e aproximar as subáreas de Musicologia e Performance Musical/Práticas Interpretativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Lemos Cerqueira, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Professor Adjunto II do Departamento de Música da UFMA; Professor Formador/Conteudista do Curso de Licenciatura em Música à distância da UEMA; Estudante do Doutorado em Práticas Interpretativas do PPGM/UNIRIO

Downloads

Publicado

2018-08-27

Como Citar

Cerqueira, D. L. (2018). ‘Acervo João Mohana’ do Arquivo Público do Estado do Maranhão (APEM): algumas observações. Revista Música, 18(1), 210-225. https://doi.org/10.11606/rm.v18i1.144923

Edição

Seção

Artigos