Aspetos do ritmo na linguagem musical de Daniel Schnyder

uma perspectiva da interpretação

Autores

  • Mário Marques Universidade de Évora
  • Eduardo Lopes Universidade de Évora

DOI:

https://doi.org/10.11606/rm.v18i1.147006

Resumo

Este artigo aborda questões de interpretação em música de influência transversal a vários gêneros musicais. No contexto de algumas obras do compositor contemporâneo Daniel Schnyder, reflete-se como a sua interpretação das suas composições dão pistas para a performance em gêneros altamente inclusivos do ponto de vista estilístico. Utilizando ferramentas de software para a análise de som, investiga-se em que medida a notação tradicional projeta intenções composicionais e suas interpretações. Com enfoque em aspetos do ritmo musical assinalam-se articulações e intenções do intérprete não refletidas na partitura, mas que são de grande importância para a expressão musical e inerente estilo da obra. Propõem-se assim que para a efetiva realização de obras contemporâneos de grande fusão de estilos musicais, o enfoque no som (sua realização e percepção), bem mais que sua notação, é fundamental para a(s) estética(s) dos dias de hoje.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-08-27

Como Citar

Marques, M., & Lopes, E. (2018). Aspetos do ritmo na linguagem musical de Daniel Schnyder: uma perspectiva da interpretação. Revista Música, 18(1), 47-66. https://doi.org/10.11606/rm.v18i1.147006

Edição

Seção

Artigos