"Capoeira, Samba, Candomblé" de Tiago de Oliveira Pinto

Autores

  • Marcos Branda Lacerda ECA/USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/rm.v3i2.55049

Resumo

Tiago de Oliveira Pinto, musicólogo brasileiro residente em
Berlirn, tomou para si a difícil tarefa de em uma única publicação abordar três gêneros musicais que, somados, compõem parte expressiva da ascendência africana na cultura brasileira. O trabalho resulta da apreciação de duas fontes complementares de conhecimento etnográfico: uma impecável leitura principalmente das inúmeras publicações referentes à cultura baiana e afro-brasileira e a avaliação de uma minuciosa visita ao recôncavo baiano, realizada certamente em sucessivas viagens. Intenção expressa do autor não foi a de estabelecer um corpus musical ("Liedsammlung") acrescido de comentários analíticos, mas sim fazer uma abordagem de parte essencial das atividades musicais no Recôncavo Baiano com base em questões históricas, sociológicas, lingüísticas e psicológicas. Simultaneamente à publicação do trabalho, o autor editou um CD com gravações de parte das músicas referidas. Nele se encontram registrados exemplos expressivos de execuções originais da música do Recôncavo, divididos equilibradamente pelos três gêneros abordados no livro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Branda Lacerda, ECA/USP

Musicólogo e Professor do Departamento de Música da ECA-USP.

Downloads

Publicado

1992-11-01

Como Citar

Lacerda, M. B. (1992). "Capoeira, Samba, Candomblé" de Tiago de Oliveira Pinto. Revista Música, 3(2), 207-212. https://doi.org/10.11606/rm.v3i2.55049

Edição

Seção

Resenhas