Jdanov, Brecht, Eisler e a Questão do Formalismo

Autores

  • Rubens Ricciardi Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/rm.v8i1/2.59978

Resumo

O presente artigo pretende estudar o debate em torno do formalismo a partir do discurso de Jdanov, com a leitura dos posicionamentos de Brecht e de Eisler, e, neste último caso, comparando sua postura antes e depois de Jdanov. Esta análise visa a uma melhor compreensão das adversidades que não só Eisler, mas boa parte dos compositores residentes nos países do bloco soviético, enfrentaram a partir das conseqüências do discurso de Jdanov, que determinaria as diretrizes gerais e a linha dominante da histórica Conferência dos Representantes da Música Soviética junto ao Comitê Central do Partido Comunista da URSS, em Moscou, janeiro de 1948.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rubens Ricciardi, Universidade de São Paulo

Graduado e mestre pelo Departamento de Música da ECA-USP. Doutorando em Artes na ECA-USP.

Downloads

Publicado

1997-12-12

Como Citar

Ricciardi, R. (1997). Jdanov, Brecht, Eisler e a Questão do Formalismo. Revista Música, 8(1-2), 169-205. https://doi.org/10.11606/rm.v8i1/2.59978

Edição

Seção

Artigos