Os Tangos Urbanos no Rio de Janeiro: 1870-1920 - Uma Análise Histórica e Musical

Autores

  • Paulo Roberto Peloso Augusto Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/rm.v8i1/2.59982

Resumo

A partir da década de 1870, podemos observar, no âmbito da cidade do Rio de Janeiro, o surgimento de.novos gêneros musicais populares, que representaram, desde então, a fala de uma nova classe que se afirmava e uma proposta artística original, assim observada tendo em vista a cristalização de uma nova estética musical urbana. Neste momento, em que o músico popular é  excluído do processo de construção da nação pela elite brasileira, a música popular urbana, que surge no Rio de Janeiro, apresenta uma nova proposta estética, caracterizada na seguinte fusão: de um lado, o aproveitamento das formas musicais em voga na Europa para a dança e o canto, como, por exemplo, a polca; por outro lado, a introdução de novas expressões rítmico-melódicas e harmônicas, que viriam consolidar uma nova estética musical urbana, ou seja, um contraponto aos ideais estéticos europeizantes das elites.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Roberto Peloso Augusto, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor adjunto do Departamento de Composição da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Downloads

Publicado

1997-12-12

Como Citar

Augusto, P. R. P. (1997). Os Tangos Urbanos no Rio de Janeiro: 1870-1920 - Uma Análise Histórica e Musical. Revista Música, 8(1-2), 105-128. https://doi.org/10.11606/rm.v8i1/2.59982

Edição

Seção

Artigos