Monteverdi e a Invenção de um Estilo: Sobre a Composição do "Combattimento di Tancredi e Clorinda" e a Definição do Stile Concitato

  • Susana Cecília Igayara Universidade de São Paulo

Resumo

Claudio Monteverdi, nascido em Cremona em 1567 e morto em
Veneza em 1643, foi um compositor fundamental no processo de passagem da estética renascentista para a estética barroca. Entre 1587 e 1638, Monteverdi edita sua música, que vai ao longo do tempo sofrendo transformações substanciais. É no VIII Livro de Madrigais, publicado em 1638, que se encontra editado o "Combattimento di Tancredi e Clorinda", já apresentado ao público em 1624. A adoção do baixo contínuo,
a partir do VII Livro, e a invenção do estilo concitato, no VIII Livro, são inovações significativas que apontam em direção a uma nova proposta composicional, uma nova concepção musical. O Combattimento é incluído no VIII Livro como um opúsculo, que deveria ser apresentado seguido de outros madrigais "senza gesto". O Combattimento pode ser visto como um importante ponto de interesse na produção monteverdiana, que em sua vida longeva apresentou sempre um componente de transformação, experimentação e invenção em sua personalidade criativa como compositor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Susana Cecília Igayara, Universidade de São Paulo
Regente coral e mestranda em musicologia pelo Departamento de Música da ECA/USP
Publicado
1999-12-06
Como Citar
Igayara, S. (1999). Monteverdi e a Invenção de um Estilo: Sobre a Composição do "Combattimento di Tancredi e Clorinda" e a Definição do Stile Concitato. Revista Música, 10, 77-91. https://doi.org/10.11606/rm.v10i0.61760
Seção
Artigos