A monumentalidade discursiva no budismo indo-nepalês: uma estratigrafia das fontes escritas e iconográficas presentes no Guṇakāraṇḍavyūhasūtra

Autores

  • Cibele Elisa Viegas Aldrovandi Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas, Área de Sânscrito, FFLCH-USP.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2012.107414

Palavras-chave:

Budismo, Índia, Nepal, Guṇakāraṇḍavyūhasūtra, Avalokitésvara, Iconografia, Monumentalidade, Maṇḍala textual

Resumo

Este artigo apresenta os resultados do primeiro ano de pesquisa sobre um manuscrito sânscrito budista contendo o Guṇakāraṇḍavyūhasūtra􀀑􀀃.

Esse sūtra, de origem indo-nepalesa, vem sendo investigado por meio de uma abordagem interdisciplinar, conjugando as áreas conexas e com base nos fundamentos teórico-metodológicos da linguística, da arqueologia e da história da arte. A pesquisa é centrada na análise da estratigrafia das fontes escritas e iconográficas associadas à obra, de sorte a compreender as estratégias sociorreligiosas que permearam sua gênese narrativa no novo milieu. Os resultados apontam para uma monumentalização do sūtra original mahāyāna que, ao ser reelaborado no contexto do budismo esotérico nepalês, adquiriu uma transcendência narrativa que o transformou em um maṇḍala textual, uma dimensão formal diretamente associada a esses esquemas geométricos sagrados que permeiam a paisagem cultural nepalesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cibele Elisa Viegas Aldrovandi, Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas, Área de Sânscrito, FFLCH-USP.

Pós-Doutorado pelo Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas, Área de Sânscrito, FFLCH-USP.

Downloads

Publicado

2012-11-26

Como Citar

Aldrovandi, C. E. V. (2012). A monumentalidade discursiva no budismo indo-nepalês: uma estratigrafia das fontes escritas e iconográficas presentes no Guṇakāraṇḍavyūhasūtra. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (22), 3-30. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2012.107414

Edição

Seção

Artigos