Caracterização de um perfil de solo desenvolvido no sambaqui fluvial Moraes, município de Miracatu – SP

Autores

  • Wenceslau Geraldes Teixeira Embrapa Solos
  • Cláudia Regina Plens Departamento de História da Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP.
  • Rodrigo Santana Macedo Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, USP.
  • Levy Figuti Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo, USP.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2012.107417

Palavras-chave:

Sambaqui fluvial, Análise de solo, Terra preta de índio, Processo de formação, Caçadores-coletores.

Resumo

Escavações arqueológicas desenvolvidas no sambaqui fluvial Moraes, no município de Miracatu, SP, revelaram distintas camadas arqueológicas que resultaram na configuração monticular deste sítio. Com o objetivo de discutir o processo formativo deste sítio, foram realizadas análises físico-químicas do solo de dentro e de fora do mesmo para a compreensão das propriedades que podem ter contribuído para a caracterização das particularidades encontradas nas camadas arqueológicas deste sambaqui fluvial. Foi constatada uma elevada alteração em alguns parâmetros físicos e químicos dos diferentes horizontes do solo desenvolvido no sambaqui. Em especial os elevados teores de fósforo corroboram um enriquecimento deste ambiente em resíduos antrópicos ricos neste elemento (e.g. ossos). Os horizontes escuros também mostram elevados teores de carbono em relação ao perfil testemunho. Entretanto, ainda não está claro se a estabilização do carbono nos sambaquis se deve à estabilização do cálcio ou efeito de calor (carbono pirogênico) e precisará ser elucidado em próximos estudos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-11-26

Como Citar

Teixeira, W. G., Plens, C. R., Macedo, R. S., & Figuti, L. (2012). Caracterização de um perfil de solo desenvolvido no sambaqui fluvial Moraes, município de Miracatu – SP. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (22), 181-194. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2012.107417

Edição

Seção

Artigos