Culturas ceramistas de São Paulo e Minas Gerais: Estudo Tencotipológico

Autores

  • Márcia Angelina Alves Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1991.107946

Palavras-chave:

Conjuntos cerâmicos. Contextos espaciais. Padrões de assentamentos. Superfícies Amplas. Estruturas. Captação de recursos. Estudo tecnolipológico. Classificação tipológica.

Resumo

Este artigo trata da detecção e evidenciação de quatro sítios arqueológicos estando dois, FRANCO DE GODOY e LAGOA SÃO PAULO, localizados no Estado de São Paulo, os outros dois, PRADO e SILVA SERROTE, situados no Estado de Minas Gerais, cujos conjuntos cerâmicos foram estudados em seus contextos espaciais, à luz da metodologia de "Superfícies Amplas" de Leroi-Gourhan, a nível tecnolipológico. Neste estudo aplicaram-se a classificação tipológica e análises por microscopía petrográfica (de luz transmitida), difratomclria de raios-X e microscopía eletrônica que resultaram na elaboração de urna tese de Doutorado "ANÁLISE CERÂMICA: ESTUDO TECNOTIPOLÓGICO" defendida junto à Universidade de São Paulo, em 19S8. Neste artigo foram destacadas a metodologia, as escavações associadas às estruturas dos sítios e o estudo tipológico dos quatro conjuntos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Angelina Alves, Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia.

Professora Associada em Arqueologia Pre-Histórica Brasileira da USP.

Downloads

Publicado

1991-12-11

Como Citar

Alves, M. A. (1991). Culturas ceramistas de São Paulo e Minas Gerais: Estudo Tencotipológico. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (1), 71-96. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1991.107946

Edição

Seção

Artigos