A “Caverna do Ódio”: um exemplo de utilização social do sítio arqueológico

Autores

  • Maria Cristina Mineiro Scatamacchia Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.
  • Suely Ceravolo Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.
  • Célia Maria Cristina Demartini Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1992.108997

Palavras-chave:

Arqueologia e comunicação, Patrimônio arqueológico, Museu de sítio

Resumo

O trabalho mostra a aplicação de algumas propostas para a utilização social do sítio arqueológico “Caverna do Ódio” e se insere no programa de preservação que visa ao aproveitamento didático e turístico do patrimônio arqueológico da região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Mineiro Scatamacchia, Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.

Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.

Suely Ceravolo, Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.

Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.

Célia Maria Cristina Demartini, Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.

Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

1992-12-13

Como Citar

Scatamacchia, M. C. M., Ceravolo, S., & Demartini, C. M. C. (1992). A “Caverna do Ódio”: um exemplo de utilização social do sítio arqueológico. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (2), 115-121. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1992.108997

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)