Poiéin - gráphein

o estatuto social do artesão-artista de vasos áticos

Autores

  • Haiganuch Sarian Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia. Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1993.109165

Resumo

A produção de vasos áticos foi das mais importantes da antiguidade em qualidade e volume num longo período que vai do séc. VI ao IV a.C. P oiein- gráphein, “fazer e pintar”, foram as duas operações a que se dedicaram os artesãos-artistas destes vasos de Atenas e de sua região. Pretendese com este trabalho definir, com o exame de alguns vasos e da tradição literária e epigráfica, o papel desempenhado na sociedade ateniense por estes artesãosartistas, bem como o estatuto social da atividade manual dentro de uma específica ideologia do trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1993-12-05

Como Citar

Sarian, H. (1993). Poiéin - gráphein: o estatuto social do artesão-artista de vasos áticos. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (3), 105-120. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1993.109165

Edição

Seção

Artigos