Antropologia visual: velhas fronteiras disciplinares, novas abordagens.

Autores

  • Sandra Maria C.T. Lacerda Campos Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1994.109202

Palavras-chave:

Filme Etnográfico - Indigenismo - Antropologia Brasileira - Antropologia Visual.

Resumo

O artigo trata de questões básicas de um momento do desenvolvimento da Antropologia Brasileira dando destaque à produção do etnólogo Harald Schultz, que no período entre 1939 a 1966 registrou os resultados de suas pesquisas em mais de sessenta filmes etnográficos, além de fotos, artigos e livros. Procura-se caracterizar o diálogo estabelecido pelo Museu Paulista com a Universidade de São Paulo e a Escola Livre de Sociologia e Política, analisando os efeitos desencadeados pelas influências teóricas herdadas dos centros europeus nesse período, que contribuíram para a construção dos paradigmas das Ciências Sociais no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1994-12-19

Como Citar

Campos, S. M. C. L. (1994). Antropologia visual: velhas fronteiras disciplinares, novas abordagens. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (4), 167-172. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1994.109202

Edição

Seção

Artigos