Amixokori, Pataxó, Monoxó, Kumanoxó, Kutaxó, Kutatoi, Maxakali, Malali e Makoni: povos indígenas diferenciados ou Subgrupos de uma mesma Nação? Uma proposta de reflexão.

Autores

  • Maria Hilda Baqueiro Paraíso Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Depto. de História. Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1994.109203

Palavras-chave:

Etnohistória indígena - Arqueologia - Linguística, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais.

Resumo

Procuramos discutir a questão da identidade étnica dos vários grupos indígenas que habitaram o sul da Bahia, norte do Espírito Santo e nordeste de Minas Gerais nos séculos XVIII e XIX. Usamos, para tanto, dados fornecidos pelos estudos arqueológicos, lingüísticos, históricos e antropológicos, procurando cruzá-los de forma a testar a nossa hipótese de que, sob diferentes designações, o que temos são subgrupos de uma mesma nação: Tikmu’nu

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1994-12-19

Como Citar

Paraíso, M. H. B. (1994). Amixokori, Pataxó, Monoxó, Kumanoxó, Kutaxó, Kutatoi, Maxakali, Malali e Makoni: povos indígenas diferenciados ou Subgrupos de uma mesma Nação? Uma proposta de reflexão. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (4), 173-187. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1994.109203

Edição

Seção

Artigos