Análise cerâmica do Projeto Cavernas de Morro Azul.

Autores

  • Alberto Gottardi Neto Museu Paranaense

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1995.109219

Palavras-chave:

Análise cerâmica - Tradição Itararé/Casa de Pedra - Cavernas.

Resumo

Este trabalho apresenta a análise do material cerâmico recuperado junto ao sítio arqueológico Cavernas de Morro Azul, situado no município de Ventania-PR, Brasil. Naquele local ocorre o maior conjunto de pinturas rupestres conhecidas atualmente no Estado do Paraná, sendo as rochas suporte os arenitos e diamictitos do Grupo Itararé. Nas prospecções preliminares foram identificadas pelo menos três fases de ocupação: uma mais antiga de caçadores-coletores relacionada à Tradição Umbu, e duas outras posteriores de ceramistas relacionadas à Tradição Regional Itararé/Casa de Pedra. Os vasilhames cerâmicos, reconstruídos graficamente, foram classificados segundo suas formas e possíveis funções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1995-12-18

Como Citar

Gottardi Neto, A. (1995). Análise cerâmica do Projeto Cavernas de Morro Azul. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (5), 63-75. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1995.109219

Edição

Seção

Artigos