The “Haush” puzzle: piecing together subsistence and settlement at the Fueguian southeast

Autores

  • José Luis Lanata University of Buenos Aires and PREP-CONICET. Departament of Anthropology

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1996.109251

Palavras-chave:

Adaptação a alta latitude - Terra do Fogo - Caçadorescoletores - Exploração de recursos faunísticos - Modelos de subsistência e de assentamento.

Resumo

A ponta sudeste da Ilha grande da Terra do Fogo - Argentina - era arqueológicamente quase desconhecida até meados da década de 80, quando começaram pesquisas sistemáticas. Esta área foi historicamente habitada pelos Haush, um grupo sem um status étnico claro. As diferentes posições sobre eles são resumidas. A informação etnográfica e os dados dos recursos faunísticos - Guanacos (Lama guanicoe), leões marinhos, pássaros e moluscos - são ajustados para postular um modelo de subsistência e assentamento para a área - conhecida como Península Mitre. Ele é aplicado para a localidade arqueológica Rancho Donata, e então é comparado com outros modelos de caçadores-coletores pedestres da Terra do Fogo. Estratégias logísticas para a caça de guanaco parecem ser mais eficientes ao longo do ano. Durante o semstre outono-invemo, a caça de leões marinhos tem lugar dentro dos limites do acampamento - ca. 5km da costa. O movimento dos acampamentos de base do semestre primavera-verão parece ser primeiro associado à obtenção de pássaros e peixes e posteriormente à caça de leões marinhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1996-12-12

Como Citar

Lanata, J. L. (1996). The “Haush” puzzle: piecing together subsistence and settlement at the Fueguian southeast. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (6), 11-32. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1996.109251

Edição

Seção

Artigos