La cerámica manao y el papel de los Manao en la Amazonia.

Autores

  • Thomas P. Myers Museo de la Universidad de Nebraska

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1999.109340

Palavras-chave:

Cerâmica indígena - Arqueologia amazônica - Grupos arauaque - Arqueologia do baixo rio Negro e Orinoco.

Resumo

Este artigo descreve a cerâmica Manao coletada por Johann Natterer em 1830 ou 1831. Este conjunto de peças cerâmicas está formado por jarras e tigelas decoradas com incisões largas e pintura aplicada após a cocção. Comparações com a cerâmica contemporânea do rio Negro e da Amazônia superior indicam que as formas deste vasilhame têm relações estreitas com a cerâmica baniwa do rio Içana, mesmo que a pintura desta última seja aplicada antes da cocção. Uma jarra baniwa também coletada por Natterer demonstra que as duas tradições indígenas eram já diferentes nesta época. Tudo indica que os antecedentes comuns das cerâmicas manao e baniwa podem ser encontrados na tradição araquinoide do rio Orinoco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

1999-12-17

Como Citar

Myers, T. P. (1999). La cerámica manao y el papel de los Manao en la Amazonia. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (9), 23-41. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1999.109340

Edição

Seção

Artigos