Contatos transpacíficos entre Ásia e Mesoamérica: uma questão em aberto.

Autores

  • Antonio Porro Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2000.109387

Palavras-chave:

Mesoamérica, Arqueologia - Ásia oriental, Arqueologia - Pacífico, navegações, difusão cultural.

Resumo

A tese dos contatos transpacíficos entre Ásia Oriental e Mesoamérica pré-colombiana é urna das mais controversas da Arqueologia americana. Ao contrário das antigas e amadorísticas hipóteses de navegações egípcias ou fenicias, ela surgiu com status acadêmico a partir do estudo comparativo de motivos iconográficos e simbólicos semelhantes, feito a partir de 1950 por especialistas de reconhecida competência nas duas áreas. Apesar de não haver evidências históricas ou arqueológicas desses contatos, uma série significativa de elementos comuns sugere que eles tenham ocorrido em diversos momentos, durante o primeiro milênio a. C. e o primeiro d.C.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Porro, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Doutor em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2000-12-22

Como Citar

Porro, A. (2000). Contatos transpacíficos entre Ásia e Mesoamérica: uma questão em aberto. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (10), 197-209. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2000.109387

Edição

Seção

Artigos