Os novelos de fibras do abrigo rupestre Santa Elina (Jangada, MT, Brasil): anatomia vegetal e paleoetnobotânica.

Autores

  • Gregorio Cardoso Tápias Ceccantini Universidade Federal do Paraná. Departamento de Botânica
  • Luciana Witovisk Gusselia Universidade Federal do Paraná. Departamento de Botânica

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2001.109417

Palavras-chave:

Fibras vegetais - Paleoetnobotânica, arqueobotânica - Aristolochia, Aristolochiaceae - Anatomia vegetal - Anatomia da madeira - Anatomia do lenho.

Resumo

O Abrigo Rupestre Santa Elina rica em Jangada, MT, Brasil, é formado por uma dobra calcária da Bacia do Paraguai e apresenta sedimentos de sucessivas ocupações humanas nos últimos 6.000 anos. Esses sedimentos possuem vestígios vegetais bem conservados em quantidade, como carvões, madeiras, macro-restos vegetais, fibras e artefatos de fibras vegetais, principalmente nas camadas mais recentes. Artefatos de fibras enroladas semelhantes a ninhos de pássaros, referidos como novelos ou maranhas foram estudados histológicamente por meio de técnicas de anatomia vegetal e identificados com base em uma coleção de referência de material lenhoso da região e materiais de herbários. As fibras foram identificadas como sendo de caules de lianas lenhosas do gênero Aristolochia, provavelmente da espécie A. esperanzae O. Kuntze, família Aristolochiaceae. Diversas espécies de Aristolochia, conhecidas como papo-de-peru ou milhome, são usadas como plantas medicinais em várias partes do mundo para muitas finalidades, sendo que também são apontados os usos como repelentes ou amuletos contra cobras. Os novelos arqueológicos podem ter tido algum desses usos e são indicadores de ocorrência de formações florestais, provavelmente indicando condições ecológicas semelhantes às atuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2001-12-16

Como Citar

Ceccantini, G. C. T., & Gusselia, L. W. (2001). Os novelos de fibras do abrigo rupestre Santa Elina (Jangada, MT, Brasil): anatomia vegetal e paleoetnobotânica. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (11), 189-200. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2001.109417

Edição

Seção

Artigos