Bonecas Karajá: apenas um brinquedo?

Autores

  • Sandra Lacerda Campos Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia. Laboratório de Etnologia do Serviço de Curadoria.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2002.109451

Palavras-chave:

Bonecas - Artefato - Pintura corporal - Cosmologia - Cultura material.

Resumo

Este artigo apresenta as primeiras reflexões sobre a função das bonecas Karajá, partindo da hipótese de que elas sejam mais do que um brinquedo e que a pintura e os adereços presentes nessa produção artesanal representam diferentes aspectos da organização cultural simbolizando os diversos planos da cosmologia desse grupo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2002-12-18

Como Citar

Campos, S. L. (2002). Bonecas Karajá: apenas um brinquedo?. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (12), 233-248. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2002.109451

Edição

Seção

Estudos de Curadoria

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)