Las colecciones arqueológicas y la investigación.

Autores

  • Cecilia Pérez de Micou Universidad de Buenos Aires. Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1998.109543

Palavras-chave:

Coleções - Museu - Investigação - Arqueologia - Noroeste Argentino.

Resumo

Neste trabalho tenta-se estabelecer os limites e as possibilidades que a investigação baseada em coleções museográficas apresenta. As coleções estão classificadas de acordo com o modo em que foram recolhidas e documentadas. São consideradas como um conjunto de vestígios arqueológicos produzidos ao longo de processos de formação naturais e culturais cujo estudo permite determinar a linha diretriz que o investigador deverá considerar em sua análise. Apresenta-se como exemplo a coleção “Doncellas”, recuperada na década de quarenta, no departamento de Cochinoca, província de Jujuy (Argentina). Atualmente se encontra no Museu Etnográfico (Buenos Aires) e no Museu de Pucará (Tilcara), ambos pertencentes à Universidade de Buenos Aires.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

1998-12-02

Como Citar

Micou, C. P. de. (1998). Las colecciones arqueológicas y la investigación. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (8), 223-233. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.1998.109543

Edição

Seção

Estudos de Curadoria